8.2.11

CABINDA - 5

O MPLA, a FNLA e a FLEC fomentavam a revolta, aproveitando o descontentamento das populações. Centenas de militares armados deambulavam pelas ruas da cidade de Cabinda, em tom de provocação e incitamento à sedição. Eram elementos das Tropas Especiais (os chamados TE), uma tropa africana de etnia cabinda, constituída por dissidentes da FNLA de Holden Roberto. Esta tropa passou a ficar afecta aos portugueses e agora a FLEC (o movimento que lutava pela independência de Cabinda) tentava manipular os TE, dada a sua origem cabinda. Em finais de Maio de 1971, oitenta sobas do distrito tinham entregue aos representantes portugueses um ultimatum em que exigiam, no prazo de doze meses, a separação entre Angola e Cabinda., passando esta última a estar sob a tutela directa de Lisboa. Foi esta a situação explosiva que o meu pai foi encontrar quando chegou a Cabinda como Governador...
(continua)

5 comments:

FAIRES said...

Caro Jorge,
Tenho lido com atenção estes sobre Cabinda... Não vou comentar até porque não consigo ser imparcial ao ponto de o fazer. Nasci em África, mais propriamente na bela cidade do Huambo (antiga Nova Lisboa). O que vi e recordo, embora com 12 anos de idade, não esqueço... o que ouvi e senti, será sempre uma recordação...
Talvez um dia escreva sobre toda esta situação. Esteve mesmo para ser publicado no passado dia 04 de Fevereiro. Talvez por falta de coragem não o fiz. Se calhar também por falta de imparcialidade e distanciamento.
Um abraço,

expressodalinha said...

Fernando: entendo perfeitamente. A minha passagem por Cabinda foi acidental. O meu juízo é seguramente outro. Nunca passei de um turista... ocidental. Acho fundamental essa publicação. A parcialidade não importa. Pessoalmente incomodam-me os livros politicamente correctos. Toda a força para esse livro. Se necessário ajudo. Abraço.

Helena Oneto said...

Interessante serie sobre Cabinda! Esta foto é de capa de revista:)!!

expressodalinha said...

Obrigado Helena. Uma slide com 40 anos.

fmoreira said...

Na sequência dessa agitação dos TE's, desenvolveu-se sob a égide de seu pai o plano CALABUBE - CAbinda-LAndana-BUco-zau-BElize. Ainda há memória disso? :-)