7.3.11

JERICOACOARA - UM ADEUS

A chuva ainda cai. Mas ela tem de cair. Se não caísse, isto seria um deserto. E não é. Uma gente fantástica. Uma segurança total. Boa comida. Sítios diferentes. Estranhas paisagens. Um respeito pela natureza, em que só o excesso de buggis destoa. Jericoacoara está inserida numa Reserva. O povoado está juridicamente delimitado e não pode crescer mais. O Parque Natural precisa de mais vigilantes (tem 3 e estão previstos 15). Mas a principal defesa deste património natural é a vontade inequívoca da população. Em  25 anos, Jeri passou de um vilarejo recôndito, escondido a 350 km de Fortaleza, para ser um valor seguro no tuismo nordestino. Tem e vencer o desafio. Passar de estância de hippies a turismo de qualidade, sem perder as características. Pergunto-me se mais alguma vez irei a Jeri. A resposta é incógnita, como o todo o dia de amanhã. Mas se não voltar, será apenas pela enorme distância e incomodidade para lá chegar. Talvez essa distância salve a autenticidade que ainda sobra.

15 comments:

Eduardo P.L said...

Gostei do texto! Eu também não conheço e não sei se um dia vou conhecer! Outros lugares similares estão nascendo no Brasil. A moda de turismo de qualidade será o próximo produto dessa indústria na terras brasilis!
Você continua com seu embornal????

chica said...

Deve ser muito lindo esse lugar! Gostaria de ir até lá! abração,chica

expressodalinha said...

EMBORNAL É O SACO?

Li said...

Boa despedida assim como toda a reportagem.
Tb não conheço e não sei se um dia irei conhecer e tb hoje, não sei se quero.

myra said...

contanto que o turismo nao acabe com os lindos lugares, e voce sempre mto "bacana":)))

daga said...

estás muito bem, vê-se que essa natureza toda te adoçou os traços irónicos ;)
talvez um dia eu também possa ...
beijo grande

peri s.c. said...

Ah, ah, sou mais um dos que não conhece . E mais um dos que não sabe se um dia conhecerá .
Dá uma preguiiiiiiça ir até o Nordeste. Além de ter que aguentar aquela "alegria" toda.

Fui dar uma pesquisadinha : 350km ? Pouco para pensar que a distância ajudará na preservação do lugar . A autenticidade do local já está ameaçada : em Março começam a construir o aeroporto .

expressodalinha said...

Eduardo: sim, continuo com o bornal de pano. Uma imagem de marca :)

expressodalinha said...

Chica: aproveite enquanto é tempo.

expressodalinha said...

Li: digamos que não é o paraíso. Mas é muito interessante. Claro que para os europeus tem um sabor exótico diferente. O Brasil é enorme. Vocês tem muito por onde escolher. Nós por cá temos um slogan: "Viaje para fora cá dentro". No vosso caso aplica-se ainda mais.

expressodalinha said...

Myra: suspeito que muuitos lugares vão morrer com o turismo. Lá, aqui, aí. Mas há sempre coisas novas a visitar. Cada vez estou mais "caseiro" nas viagens.

expressodalinha said...

Graça: ainda bem que reparaste. Estava manso como um cordeiro :) De Deus quiser hás-de ir. Beijos.

expressodalinha said...

Mauro: tb ouvi falar desse aeroporto. Um tipo ligado ao turismo que ia no "pau de arara" de volta para Fortaleza falou disso. Segundo ele, isso não iria afectar o povoado e o tipo de turismo, dadas as restrições jurídicas por força de ser Parque Nacional. Apenas encurtava as distâncias e garantiria mais comodidade. A ver vamos...

Li said...

Aeroporto!?!?

expressodalinha said...

É verdade. Aeroporto Internacional de Jericoacoara