14.4.11

AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES



Construído no tempo de D. João V, o Aqueduto deve o seu nome à nascente onde inicialmente era extraída a água: a nascente das Águas Livres, em Belas. Depois a água veio de inúmeras outras nascentes, a maioria na Serra da Carregueira. Com 47 km de comprimento e 127 arcos ogivais, o Aqueduto é um projecto de Carlos Mardel e resistiu incólume ao terramoto de 1755. O chamado Arco Grande (que podemos ver na foto) sobre o vale de Alcântara, é o maior arco ogival do mundo, com 65 metros de altura. Hoje,  o Aqueduto, faz ainda parte do abastecimento da capital, embora com funções secundárias. O abastecimento principal passou a ser feito através do rio Alviela. O passeio nas alturas é um ex-libris da cidade. Fotos tiradas hoje à tarde da zona da Serafina (Monsanto).

4 comments:

João Menéres said...

Óptima a imagem lá de cima !

daga said...

muito bonitas as fotos, principalmente a primeira, na realidade parece uma imagem de outro mundo ;)
beijo

expressodalinha said...

E PENSAR QUE PASSAMOS POR LÁ DEBAIXO TODOS OS DIAS!!!

Li Ferreira Nhan said...

Não conheço.
Muito grande e muito lindo...