3.5.11

ARQUIVOS - II


A minha mãe e o meu tio Amilcar, no velho nordeste transmontano. Só eles saberão onde foi e quem eram as outras pequenas.

16 comments:

João Menéres said...

Espectaculares imagens, JORGE.
A aldeia devia ser uma das mais pequenas.
Pergunte à sua Mãe, por favor.
E as infernais máquinas voadoras?
Delícias...

Anonymous said...

Não sei onde foste buscar esta foto mas é mesmo antiga.Os carros apesar de pouco estimados são fantásticos e lá está o meu pai entre as mulheres:),sempre.... BJ Guida

expressodalinha said...

Guida: obrigado pelo teu comentário dessa maravilhosa Terceira. Ando a aprofundar os arquivos de família. Prepara-te para o "pior". Beijos.

expressodalinha said...

João: interrogada a minha mãe, a foto é na Senhora da Serra, (Serra de Nogueira, muito perto de Bragança). Não é aldeia. Havia uma igreja e novenas. Passavam lá nove dias, em casas para peregrinos. Apanhavam muito ar e muita, sei lá... Fantástico.

Li Ferreira Nhan said...

Estas fotos são mesmo bonitas.
Qual delas é a mamãe?

Adoro o norte!

João Menéres said...

As novenas duram ( ou duravam !...) dez dias.

expressodalinha said...

Li: a mãe é a terceira da esquerda, na foto de cima.

expressodalinha said...

João: Aceito. Não sou católico e a mãe está esquecida ;))

João Menéres said...

Foi o que li num texto relacionado com a Senhora do Monte.
Também estranhei !

João Menéres said...

Perdão, SENHORA DA SERRA !

expressodalinha said...

Mais dia menos dia... É preciso é novenas.

João Menéres said...

>Ao longo de dez dias de novena, que culminaram, no dia 8 de Setembro, com a procissão em honra de Nossa Senhora<

Notícia do Mensageiro de Bragança...

expressodalinha said...

Estamos a fazer História.

Li Ferreira Nhan said...

;)

myra said...

bellllissssimas fotos!

expressodalinha said...

Obrigado Myra.