5.5.11

LISBOA - ARTE NOVA - II

Em Portugal a Arte Nova foi tardia e de pouca expressão. Em termos estilísticos, vai de 1905 a 1920. Apenas 15 anos. A Arte Nova ficou a dever-se ao impulso de uma nova burguesia urbana endinheirada. De marcada influência francesa, o seu nome deve-se a uma loja parisiense chamada Art Nouveau que vendia mobiliário do estilo.
Em Portugal, no que diz respeito à arquitectura, o facto de não existirem propriamente traços estruturais nem volumetrias próprias, esta desenvolve-se subsidiáriamente à arquitectura tradicional portuguesa. Um dos maiores aspectos relevantes é a utilização de materiais e técnicas inovadoras tais como o uso de massa de cimento.

O principal ponto de aplicação da Arte Nova era na decoração e ornamentação. Portões, varandas e escadarias eram trabalhadas minuciosamente por habilidosos artesãos que davam as pessas os contornos típicos do estilo. A tónica ornamental florista, naturalista e curvilínea era uma constante nos pormenores dos edifícios. A decoração de fachadas e interiores com azulejos foi, em Portugal, mais relevante do que inovações arquitecturais.
Edifícios em estilo Arte Nova são particularmente comuns em Aveiro e Caldas da Rainha. No Porto, temos como exemplos, o Café Majestic, a Livraria Lello e Irmão e habitações na Rua da Galeria de Paris e Rua Cândido dos Reis.
Em Lisboa, os principais edíficios Arte Nova estão na ponta inicial da Avenida Almirante Reis, na zona da Mouraria. Muitas vezes passamos por lá. Poucas vezes reparamos...
Uma zona que durante anos sofreu enorme degradação e que nos habituámos a ver como a "rua das marisqueiras" e das "lojas de indianos", tem sofrido uma apreciável renovação. Fiquei impressionado com a visita que fiz ontem ao local. Esta renovação (que começa a estender ao degradadíssimo Intendente, ali ao lado), não será  também alheia aos esforços da autarquia e até ao facto do Presidente da Câmara ter mudado, temporariamente, o seu gabinete para o Intendente.

5 comments:

João Menéres said...

Isso é que é passear, sim senhor !

Li e vi tudo quanto nos mostra.

Óptima postagem didáctica.

Um abraço.

expressodalinha said...

Não há melhor do que ser turista na nossa ciadade.

myra said...

todas estas fotos desta serie de Lisboa sao belisssssimas!

expressodalinha said...

Obrigado Myra.

zamotanaiv said...

Foi o Presidente que se mudou ou só o gabinete de urbanismo?