22.9.11

TESOUROS AFOGADOS

Uma equipa de arqueólogos vai partir à descoberta dos tesouros escondidos no mar ao largo de S. Julião da Barra, no concelho de Oeiras, onde ao longo dos anos naufragaram dezenas de embarcações. A partir desta quarta-feira, seis arqueólogos mergulham até aos 13 metros de profundidade em volta do forte de S. Julião da Barra, onde existirão pelo menos 50 navios naufragados. Há vestígios de navios de embarcações de o séc. XVI, no início da expansão portuguesa, até ao séc. XX. Dependendo das marés, os primeiros resultados dos mergulhos poderão ser conhecidos daqui a duas ou três semanas. Tantas veses por ali andei e nunca encontrei nada!

4 comments:

João Menéres said...

Nem um caíque ?

myra said...

nada? nem uma pedrinha? pena, foto linda

Eduardo P.L said...

Jorge,

e o tesouro do post anterior????

expressodalinha said...
This comment has been removed by the author.