19.11.11

CONVENTO DA ARRÁBIDA

O Convento de Nossa Senhora da Arrábida foi fundado em 1542 por Frei Martinho de Santa Maria, da Ordem de São Francisco, a quem D. João de Lencastre, primeiro Duque de Aveiro ofereceu o usufruto da Serra da Arrábida para continuar a sua vida de eremita. No local existia já uma eremida, a Eremida da Memória, de veneração à imagem da Senhora da Arrábida (séc. XIII). Os eremitas viveram sempre em grutas, mais acima na Serra, no chamado "Convento Velho". Estes Franciscanos eram conhecidos pelos "Espirituais" e, contrariamente aos outros frades da Ordem, viviam só para a oração, recusando as coisas mundanas. Por isso, sempre consideraram o Convento Novo um luxo e mantiveram-se nas suas grutas. Neste Convento Novo ficavam os monges "em lista de espera", aguardando a morte de um irmão, para lhe ocupar a gruta. Em 1834, com a extinção das Ordens Religiosas, o convento passou para a casa Palmela. Em 1990 passou para a Fundação Oriente que o recuperou e utiliza, fundamentalmente, para conferências e colóquios.

6 comments:

João Menéres said...

Preciosa postagem e as imagens acima completam !
Não há interiores da Fundação do Oriente, Jorge ?

Luísa said...

Alvor...
Adorei a excelente reportagem!
Jinhos

Li Ferreira Nhan said...

Mais para conhecer dessa linda terra.

expressodalinha said...

Há poucoas do interior, Não há proibição absoluta, mas pedem para evitar. Naõ fomos à parte afecta à fundação. É uma sala de conferências e outra de estar, mais quartos para os participantes. Um dia destes vou lá falar sobre a Terra Oca :))

João Menéres said...

Era essa zona que eu tinha algum interesse em ver:
Conhecer a sede da Fundação do Oriente !

daga said...

Acho muito interessante a ideia de viverem nas grutas - frades eremitas...