18.1.12

UMA LEI QUE AFECTA O MUNDO

Google e Wikipedia são algumas das empresas que estão hoje em protesto, contra duas propostas de lei anti-pirataria em discussão nos Estados Unidos da América

Ao entrar, hoje, na Wikipedia, na versão inglesa, não se consegue aceder aos seus conteúdos. "Imagine o mundo sem livre conhecimento", é a mensagem que chama a atenção para o protesto.

"Nada como isto aconteceu, anteriormente, na Wikipedia inglesa", explica o "site", acrescentando que os wikipedistas "escolheram fechar o site inglês pela primeira vez, porque estão preocupados que o SOPA e o PIPA limite severamente o acesso à informação online. Isto não é um problema que afectará apenas as pessoas nos Estados Unidos: Vai afectar toda a gente no mundo".

O SOPA (Stop Online Piracy Act) e o PIPA (Protect IP Act) são as duas propostas em discussão.

Também o Google associou-se ao protesto, que pode ser seguido em sopastrike.com, deixando a mensagem: "Diga ao Congresso: Não censurem a web" e apela: "Combatam a pirataria, não a liberdade".

Segundo o "New York Times", as duas propostas de lei, o SOPA, na Câmara dos Representantes, e o PIPA, no Senado, são apoiadas pelos grandes grupos de media e pretende travar os "downloads" ilegais e o "streaming" de vídeos e de canais de televisão. Mas a indústria tecnológica teme que estes grupos fiquem com poder para encerrar "sites" alegando que estão a abusar dos direitos de autores.

De acordo com a proposta legislativa, se um detentor dos direitos de autor, como a Warner Brothers, descobre que um site está a oferecer cópias ilegais de uma música ou de um filme, esse autor pode pedir em Tribunal que os motores de busca, como o Google, removam o link a esses sites e obrigar que se retire a publicidade desses mesmos sites. As companhias de internet teme, por isso, e dada a amplitude da definição do termo "motor de pesquisa" que sites grandes e pequenos possam ter de monitorizar todo o material nas suas páginas, procurando alegadas violações. Uma tarefa complexa e dispendiosa.

7 comments:

João Menéres said...

Não me tinha apercebido do cerne da questão !

Teresa said...

Não acredito que uma lei como esta seja aprovada, num país democrático. E, se for, depressa se descobrirá um modo de rodear as proibições. Porque há progressos que são irreversíveis.

Li Ferreira Nhan said...

Pois!
E eu que pensava que a humanidade andava pra frente.

myra said...

està cada vez pior!!

expressodalinha said...

A maoria das grandes cadeias de TV e jornais não dá relevo porque quer essa lei aprovada. Parece que Obama já se opôs. Vamos seguir esse assunto que mexe com todos nós.

Anonymous said...

Esta SOPA está com cheiro a caldeirada ... Tomara não provoque a todos nós uma tremenda azia ...

expressodalinha said...

:))