24.5.12

DIABO NA CRUZ - RITZ CLUBE





Fotografias de Rui M. Leal

43 comments:

Li Ferreira Nhan said...

Ótimas imagens!

João Menéres said...

A rapaziada do DIABO NA CRUZ também faz streap-tease ?
Era bom espalhar a informação por todo o país !
Público feminino não faltaria !

Concordo com a LI : as fotos do Rui M. Leal captaram a essência !

banzai said...

Só lamento que não há mais shows de cabaret, eu acho o máximo. As músicas, danças e as mulheres maravilhosas.
madoka

myra said...

maravilha de imagens!!!

Miguel Ângelo Pereira said...

Pena que vocês não paguem a quem faz as fotografias para que possa por pãp na mesa dos filhos!

Rita Carmo said...

Nada como pilhar umas fotografiazinhas alheias para fazer brilhar o vosso blog, hein?!
Que vergonha...

Rita Carmo said...

Nada como pilhar umas fotografiazinhas alheias para fazer brilhar o vosso blog, hein?!
Que vergonha...

Diogo Santos said...

Sabem que os fotógrafos também têm de comer certo?
Ás vezes pedir uma fotografia ou duas o fotógrafo nem sequer se importe de dar um jeito mas expor sem sequer pedir é simplesmente vergonhoso...

daga said...

Adorei a música, o espectaculo, o ambiente TUDO :))
palmas para os "Diabo na Cruz" ao vivo!!
já há muito tempo que não saltava tanto ;)

expressodalinha said...

Diogo, Rita e Miguel: as fotos estão devidamente identificadas e estão na net à solta. Há formas de barrar a gravação. Quem não o faz é porque não quer. Agradeço ao fotógrafo a excelência das imagens. Eu também não sou pago pelos textos que produzo. A web é assim. Ou não tinham reparado?!

Fatyly said...

Magníficas e foi casa cheia:)

Mena G said...

Todas identificadas! Não percebo.

Selena said...

Olá Jorge,

Até certo momento pensava procurar o autor dessas imagens e conhecer outros de seus trabalhos, mas após a mesquinhes nos comentários que li, mudei de ideia. No lugar do que foi escrito deveria ser dito um belo agradecimento a sua gratuita e gentil divulgação. O limite da mente não se mede pelo alcance de uma lente. Beijos e parabéns aos meninos da banda.

Usar fotos sem pedir é o mesmo que usar a música dos outros sem autorização. said...

Mesquinhes, é roubar o trabalho dos outros, se fosse comigo, madava-te uma factura através do meu advogado. Não custa pedir autorização, mas é mais fácil tirar sem pedir. Eu gostava de saber se quando se faz pirataria de musica na "Web é assim" se os músicos tb tem esse pensamento.

Li Ferreira Nhan said...

Não estou entendendo nada!
Foi prá net, tá na rede!
E os créditos foram dados.
???
Queria era saber o que pensa o excelente fotógrafo Rui M Leal, autor das imagens!

Li Ferreira Nhan said...

Ótimo texto, que explica bem a paranóia;
http://youpix.com.br/colunistas/assinando-a-internet/

Ah, dica da Madoka!

Diogo Santos said...

Li Ferreira Nhan: Conheço o Rui à anos e sei que ele acha uma falta de respeito terem posto as fotografias dele sem o terem contactado.
Não custa nada, é um mail a explicar
"Temos este bolg e gostaríamos de utilizar as suas imagens se possível, devidamente creditadas e com qualquer referência que queira. Aguardamos resposta. Obrigado"
Simples e tenho a certeza absoluta que o Rui responderia de bom grado.

expressodalinha said...

Entendido Diogo. Não discordo do que dizes, embora este tipo de "apropriação" seja normal na net e está sempre a acontecer uns com os outros. Eu raras vezes publico fotos que não sejam minhas. Qd o faço identifico sempre e com destaque. O que foi o caso. Pouco ético seria não o fazer. Até me espanta o "barulho" que isso provocou. Admito que por o nome ser Expresso da Linha tenham julgado que era algum jornal on-line. Mas, enfim... Vou dizer aos Diabo na Cruz para terem cuidado com os download das músicas :))

expressodalinha said...

Qt ao anónimo, respondo apenas que há músicos avançados que pensam assim e permitem downloads gratuitos. Outros mais atrasados e mafiosos andam acobertados na SPA a tentar impor a lei da cópia privada, que o PS retirou por ser completamente idiota. É um tema complexo que tem sites muito interessantes, em especial nos States. Recomendo que te informes. Neste caso não sinto que fui menos ético. Está identificado e com destaque. Mas, da próxima vez pedirei ao Rui, com quem já falei por mail. Agradeço a participação e o interesse.

Eduardo P.L said...

Jorge,
fiz este comentário no seu post de hoje, e REPITO aqui para esses indignados senhores e senhoras tomem conhecimento do que pensamos deles e desse LAMENTÁVEL pequeno incidente:

de quando em quando surgem "malucos" e seus asseclas para criarem caso como esse! Ridículo, e sem a menor importância. Na verdade as fotos no seu blog, com o devido crédito, é só publicidade para esse indivíduo. Deveria ter escrito agradecendo, e conclamado seus amiguinhos a fazer o mesmo, em seu nome! Assim, talvez, educados e honestos nas intenções, viessem a ganhar clientes, e trazer dinheiro para o prato de comida dos filhos! Absolutamente ridículo!Esqueceu de dizer que além de seus textos, é também um fotógrafo, e melhor do que ele!

expressodalinha said...

Obrigado Eduardo. Assim avança a humanidade... Tem de haver discussões civilizadas para a gente se entender.

Diogo Santos said...
This comment has been removed by the author.
Diogo Santos said...

Eduardo: Eu não faço nada em nome do Rui, eu faço também em meu nome sendo eu também fotógrafo. Gosto de saber por onde andam as minhas fotos, quem as quer, quem as publica seja em coisas profissionais ou amadoras.
Para mim é falta de respeito para com o meu trabalho, e com o dos meus colegas, quando não sou avisado onde está a ser publicado o meu trabalho.
Quanto a ser "publicidade para esse indivíduo" as coisas não são bem assim. As imagens quando retiradas da net perdem qualidade fazendo com que o trabalho mostrado tenha menos qualidade que o original.

Jorge: Nunca foi intenção, da minha parte, "fazer cena" disto mas como profissional na área tento sempre fazer as pessoas verem a coisa do nosso ponto e compreenderem que não basta por o nome e está tudo bem. Fico feliz que tenhas a intenção de falar com o Rui porque sei que percebeste o porquê :)

expressodalinha said...

Certo, mas já agora, um último ponto: alguém pediu aos Diabo na Cruz autorização para tirar as fotos? É que sabes, sou fotógrafo, escritor e músico e já tomei a minha posição sobre estes temas há muito tempo. Esta discussão é acdémica, mas pronto. Qt ao Rui, mandei-lhe ainda ontem um mail. Aguardo reposta...

expressodalinha said...

É que sabes, Diogo, os fotógrafos profissionais ganham dinheiro com as fotos dos concertos. Deviam dar uma parte aos músicos, ou não? Ao menos os amadores não fazem $$$ com isso. A vida é mais complicada do que vocês julgam, com todo o respeito e compreensão pelas dificuldades que todos atravessamos. Acho que fizeram tempestade em copo de água. Mas, tudo bem. Gosto sempre de uma boa discussão. Abraço.

Diogo Santos said...

Esta discussão poderá ser eterna visto que todos nós temos pontos de vista diferentes que têm de ser tidos em conta. E nenhum de nós fará o outro mudar de ideias.
Quanto à autorização à banda para tirar fotos no concerto, uma banda conhecida é considerada como figura publica não sendo preciso autorização para tirar fotografias ou fazer vídeos, é assim que os paparazzi se safam em muitos casos de "abuso à privacidade" (trabalhos que eu próprio acho eticamente errados mas isso dava para outro texto). Fotografias tiradas num concerto têm duas vertentes:

1. Oficiais, a organização proíbe máquinas fotográficas profissionais no recinto exceto para quem está devidamente identificado pela organização e autorizado para, num período geralmente de 3 músicas, fotografar podendo depois seguir para a plateia ou balcões e concluir o trabalho aí. Se esse foi o caso então tenho a certeza que o Rui tinha a autorização necessária;

2. Não oficiais autorizadas; quando a organização permite que qualquer pessoa entre com máquinas fotográficas e faça o que bem entender. Nestes casos a autorização para fotografar é dada a toda a gente.


Tanto num caso como no outro a banda tem conhecimento e o fotógrafo pode fazer o seu trabalho e publicá-lo onde quiser ou lhe for pedido.
Portanto voltando ao caso em questão o Rui fez o seu trabalho e publicou-o no ambiente controlado por ele, seja no Facebook ou site pessoal, para dar às pessoas a sua visão do concerto, sendo a sua visão o seu trabalho tem o direito a ser avisado previamente quando alguém quer publicar as suas fotos seja em media profissional ou amadora visto que a partir do momento em que o fotógrafo cede as fotos está a ceder direitos de reprodução das imagens a quem as vai publicar. É aí que geralmente entram as negociações, eu por exemplo já dei fotografias minhas aos Xutos e Pontapés quando estavam a reformular o site, pediram-me e eu (que não tenho tanta experiência na área) dei de bom grado.

Rui Bandeira said...

ou seja...
amanha posso ir ao museu do Louvre buscar a Mona Lisa para expor na minha sala...esta assinada por isso não é roubo!

posso entrar num concerto qualquer sem pagar bilhete, como nao vou para copiar a musica não ha problema.

ja não sei quem foi que escreveu que o "dono" deste blog é melhor fotografo que o rui? pergunto-me se depois de voltares do oftalmologista vais ter a mesma opinião...

e por alma de quem é que uma coisa na Net, com fundo branco e algumas palavras espalhadas tem categoria para divulgar o trabalho do Conceituado, e muito provavelmente um dos melhores fotografos de espectaculos do pais, Rui Leal...e ainda o coloca como um novo talento????
Moço...o Rui ja fotografava ainda tu não sabias o que era fotografia...se bem que pelos vistos ainda não sabes...

só para que conste, o que esta na Net não é de todos...


no lugar do Rui resolvia era isto com advogado para vocês perceberem como as coisas funcionam...

expressodalinha said...

Meu caro Rui Bandeira. Eu sou advogado e terei muito gosto em falar com um colega. O Rui Leal é um rapaz talentoso (seguramente com melhor equipamento do que eu)e felizmente para ele, muito mais novo. Desejo-lhe o melhor sucesso. Todos nós temos os nossos fãs. Ainda bem. É a vida.

expressodalinha said...

Diogo: agradeço a explicação. A fronteira entre tudo isto é muito ténue e a discussão eternizar-se-ia. Não concordo com o excesso de zelo. O que está na net é de todos sim, ou estão não pões ou proteges. A identificação basta. O pedido de autorização é uma cortesia.

rui bandeira said...

O autor da obra fotográfica tem o direito exclusivo de a reproduzir, difundir e pôr à venda com as restrições referentes à exposição, reprodução e venda de retratos e sem prejuízo dos direitos do autor da obra reproduzida, no que respeita às fotografias de obras de artes plásticas. Porém, se a fotografia for efectuada em execução de um contrato de trabalho ou por encomenda, presume-se que o direito previsto pertence à entidade patronal ou à pessoa que fez a encomenda.

Disposição legal relevante: 164º e 165º do CDADC



Comete o crime de usurpação quem, sem autorização do autor ou do artista, do produtor de fonograma e videograma ou do organismo de radiodifusão, utilizar uma obra ou prestação por qualquer das formas previstas no CDADC.

Comete o crime de contrafacção (vulgarmente designado plágio) quem utilizar, como sendo criação ou prestação sua, obra, prestação de artista, fonograma, videograma ou emissão de radiodifusão que seja mera reprodução total ou parcial de uma obra ou prestação alheia, divulgada ou não divulgada, ou por tal modo semelhante que não tenha individualidade própria.

Os referidos crimes são punidos com pena de prisão até três anos e multa de 150 a 250 dias, de acordo com a gravidade da infracção, agravadas uma e outra para o dobro em caso de reincidência, se o facto constitutivo da infracção não tipificar crime punível com pena mais grave.

Encontram-se, ainda, tipificados o crime de violação do direito moral e o crime de aproveitamento de obra contrafeita ou usurpada.

O CDADC prevê, expressamente, a possibilidade de apreensão de coisas relacionadas com a prática do crime, como é o caso dos exemplares ou cópias das obras usurpadas ou contrafeitas, dos respectivos invólucros materiais, máquinas ou demais instrumentos ou documentos de que haja suspeita de terem sido utilizados ou se destinarem à prática da infracção (por exemplo, aparelhagens e computadores).

A responsabilidade civil emergente da violação dos direitos previstos no CDADC é independente do procedimento criminal a que esta dê origem, podendo, contudo, ser exercida em conjunto com a acção criminal.

Disposições legais relevantes: 195º, 197º, 197º, 198º, 201º e 203º do CDADC


A autorização do autor para a utilização de obras intelectuais protegidas deve ser concedida por escrito, presumindo-se a sua onerosidade e o carácter não exclusivo. Da autorização devem constar a forma autorizada de utilização, bem como as respectivas condições de tempo, lugar e preço.

Disposição legal relevante: 41º do CDADC

A comunicação pública de obras depende de autorização dos respectivos autores, sempre que se realize em qualquer lugar público, por qualquer meio que sirva para difundir sinais, sons ou imagens, com ou sem fim lucrativo. Por lugar público entende-se todo aquele a que seja oferecido o acesso, implícita ou explicitamente, mediante remuneração ou sem ela, e ainda que com reserva declarada do direito de admissão.

No entanto, caso as obras tenham sido previamente divulgadas, e desde que seja realizada sem fim lucrativo e em privado, num meio familiar, a utilização poderá fazer-se independentemente de autorização do autor, princípio que se aplica a toda a comunicação.

Entende a melhor doutrina que a noção de meio familiar se restringe aos membros de um agregado familiar e aos respectivos convidados, não se aplicando, porém, aos casos em que a comunicação das obras é efectuada em hotéis, espaços onde se organizam eventos e casamentos, clubes ou associações, mesmo privados, estabelecimentos comerciais, empresas, ou transportes públicos sendo, nestes casos, necessário o consentimento dos autores.

Disposições legais relevantes: 108º e 149º do CDADC

Diogo Santos said...

expressodalinha: é de facto uma linha ténue mas com isso retiro-me da discussão pois já passei o meu ponto de vista na matéria e percebi o seu também.
Um bom dia
Abraço

rui bandeira said...

"Meu caro Rui Bandeira. Eu sou advogado e terei muito gosto em falar com um colega. O Rui Leal é um rapaz talentoso (seguramente com melhor equipamento do que eu)e felizmente para ele, muito mais novo. Desejo-lhe o melhor sucesso. Todos nós temos os nossos fãs. Ainda bem. É a vida."

eu não tenho a mais pequena ideia de quem seja o dono deste blog nem é isso que me importa, não tenho nada contra a pessoa mas tenho muito contra a atitude.

então o Sr é advogado e não esta a par das leis do direito de autor?
ou sera a parte da Net que o confunde? o que esta na Net não é de todos!
não percebi o que quer dizer com o "seguramente com melhor equipamento do que eu" será que acha que é o material que faz as boas imagens? aqui entre nós que ninguem nos ouve... quem faz as boas imagens são os fotógrafos e não o material.

João Pinheiro said...

Uma boa imagem depende em primeiro lugar daquilo que está a ser fotografado. Sem isso não há equipamento nem fotógrafo que valham alguma coisa. Acho que este Rui Bandeira fala muito e cita muito mas pensa pouco.

expressodalinha said...

Caro Rui Bandeira, vais-me desculpar mas não consigo ler comentários desse tamanho. Recomendo que vás discutir o assunto na SPA. Se quiseres dou-te o contacto de alguns amigos. Sabes mesmo muito pouco sobre quem estás a falar. Deves fazer parte da malta que gosta de excesso de regulamentação. Esse excesso mata a criatividade. És velho sendo novo. Um dia perceberás.

expressodalinha said...

Diogo: numa boa. Abraço.

Eduardo P.L said...

Senhores Diogo Santos (jovem fotógrafo), Rui Bandeira ( sequer tem blog ou site ), e Rui M. Leal,

que tempestade em copo d´água!
As imagens postadas no FB estão na web e qualquer pessoa, aqui no Brasil, no Japão ou na Austrália poderá fazer o uso sem fins comerciais, que bem entender, desde que não apague a ASSINATURA do autor, nas imagens! E mais, lhe de o crédito, como foi feito pelo advogado, escritor, historiador, músico, fotógrafo e blogueiro JORGE PINHEIRO.Digo isso por que declararam acima que não "sabem quem é o autor" do blog Expresso da Linha.
Quanto a essa verborragia toda dos senhores, ameaças com advogados, e longas citações de clausulas e parágrafos do CDADC - Código do Direito de Autor e Direitos Conexos (Portugal) pegunto: como esse CDADC alcançará um eventual infrator no Japão? Na Austrália?
Senhores, os maiores fotógrafos da história da fotografia nunca colocaram seus nomes sobre as mesmas.Nunca se sentiram "roubados" com o uso indiscriminado de seus trabalhos. Essas assinaturas ( como as de "Rui m leal", sem trocadilho, e de Diogo Santos ) aqui no Brasil são consideradas "cafonas", se é que me entendem. Mas se acham grandes fotógrafos, que assinem onde desejarem. Mas obrigar terceiros a solicitarem autorização para reproduzir imagem publicada na web, com os créditos devidos, é brincadeira! Os blogs, a que me refiro, são gratuitos, seus autores não auferem remuneração alguma com eles, e o máximo que acontece com suas publicações, é divulgação do trabalho intelectual ou material do artista! Não foi isso que o Rui Leal buscava ao publicar no FB?
Então, senhores, não façamos tempestade em copo d´água!

rui bandeira said...

João Pinheiro se quer ir por ai uma boa fotografia depende primeiro da luz.
estou a ver que deve ser o mais esperto da sua rua...

rui bandeira said...

Sr Advogado ou Sr espressodalinha, como preferir...estou-me a marimbar para o SEUS amigos advogados ou para os seus amigos da SPA...eu também tenho alguns e não é por isso que me vou escudar atrás deles...
até podia estar a falar com o Presidente da Republica, não is ser por isso que ia aceitar o que acredito estar errado.
eu não gosto nada da regulação, e muito menos em excesso gosto sim do respeito pelo trabalho dos outros e não vou mudar esta forma de pensar porque pretendo melhor e não andar para traz.
passem todos bem que já perdi tempo a mais com isto...pior cego é aquele que não quer ver,espero sinceramente que nunca vos roubem algo da vossa autoria seja no emprego das 9 ás 7 ou seja nos sonhos das Artes.

Anonymous said...

Rui Bandeira
Alguém te encomendou o sermão?????
F

expressodalinha said...

Eduardo: obrigado pelo statement.
Rui Bandeira: obrigado por desaparecer.

Li Ferreira Nhan said...

Diogo Santos,
entendi o que você me escreveu
e agradeço a sua atenção.

Pena que o próprio Rui M Leal não o tivesse feito.
Obrigada!

expressodalinha said...

Li: devem estar a fotografar o Rock in Rio Lisboa. Eu é que nunca mais os publicito e vou deixar de os recomendar às bandas que conheço. Safa!

lis said...

Que patacada aqui hem Jorge ?
o diabo saiu da cruz ...
"ninguém merece" esses fotógrafos! kkkk
abraço Jorge