24.5.12

PARQUE MAYER - MURAL



O Parque Mayer está implantado no espaço que foi dos jardins e do Palácio Mayer (Prémio Valmor/1902), construído em 1901 por Nicola Bigaglia e pertença de Adolfo de Lima Mayer. Em 1920 foi adquirido por Artur Brandão e vendido no ano seguinte a Luís Galhardo, personalidade ligada ao meio teatral, que sonhava criar um espaço dedicado ao entretenimento. Tendo fundado a Sociedade Avenida Parque, assim se iniciaram neste recinto grandes momentos de diversão, espectáculo e representação, que o veio a tornar muito popular. O Parque Mayer, recinto dos teatros de revista e dotado de restaurantes, carrosséis, esplanadas, pavilhões, casas de fado, barracas de tiro e outras, e onde também se exibiu cinema, luta livre e box, era um local de boémia por excelência, onde tanto ocorria o povo folião, como a elite política ou os intelectuais de Lisboa. Actualmente, em adiantada degradação, o recinto prepara-se para uma nova revitalização, graças à recente aprovação do novo Plano de Pormenor. Fomos lá jantar e comprovámos a degradação sórdida e os espaços abandonados. Este mural, em estilo grafiti, foi a única peça "fotografável". Estão aqui representados muitos actores, escritores, fadistas e boémios lisboetas. Tentem ver quem reconhecem. É uma exercício divertido. Há caricaturas muito bem feitas.

13 comments:

Fatyly said...

Fui só lá uma vez ver uma revista e gostei imenso. Dizem que sim que a degradação é dantesca, mas o Maria Vitória ainda funciona ou não?

Visualizo o Stº António de Lisboa, Beatriz Costa, Vasco Santana (será?) e mais outros mas não me lembro dos nomes deles.

Lisboa tem cada "buraco" que mais parece um queijo um queijo suíço...que tristeza!

expressodalinha said...

Mas estão a recomeçar a reconstruir o Capitólio que se vai chamar Teatro Raul Solnado. Sim, julgo que o Maria Vitória ainda tem peças. O esquema com o Santana Lopes e o Frank Ghery atrasaram brutalmente. Eu vejo tb a Natália Correia. Outros não sei de certeza.

Li Ferreira Nhan said...

Só vi Santo Antonio.
Procurei pelo Pessoa, mas não o vi.

expressodalinha said...

O Pessoa não era desta zona :))

expressodalinha said...

E isto é malta posterior à morte dele (acho).

João Menéres said...

No canto inferior à direita, parece o Tordo.
A Natália está sim senhor : Lá em cima à esquerda (claro ! ).
O Stº Antoninho é bem identificável à esquerda, em baixo, MAS NÃO SABIA QUE ERA FADISTA !...
LOL
Ao centro, na primeira fila, as franjinhas parecem apontar para a Beatriz Costa.
E, lá em cima,à esquerda, de óculos de aros pretos, dá-me a idéia do SE BEM ME LEMBRO...

Tenho que partir para outras tarefas aqui nos blogues, Jorge ...
O meu contributo não foi muito significativo, eu sei.

Um abraço ( gostei muito deste seu desafio, sabe ? ).
Ainda me lembro do seu Padrão dos descobrimentos !
Apanha-me sempre em alturas em que estou super SEM TEMPO !!!

João Menéres said...

Mais um : De cachimbo, o David Mourão-Ferreira !
Tivesse eu mais tempo...

expressodalinha said...

Sem dúvida João. Estão lá esses todos.

Li Ferreira Nhan said...

Opa! Santo Antonio nasceu antes do Pessoa.
Acho...
rsrsrs

expressodalinha said...

Será? Então vamos procurar melhor...

myra said...

nao conheço ninguem mas adorei o mural!!!

João Menéres said...

MYRA

Não conheço sequer este mural ESPANTOSO !
Tem que ser preservado !!!

expressodalinha said...

Sem dúvida João. Excepcional.