30.3.13

O JUÍZO FINAL É MÓVEL


A Páscoa é totalmente imprevisível. Estamos completamente dependentes dos judeus. Continuamos amarrados ao calendário lunar judaico. A Páscoa é sempre o primeiro Domingo depois da primeira lua cheia depois do equinócio de Primavera (20 de Março). E, portanto, move-se. A partir daqui é tudo móvel: o Carnaval;  Pentecostes… O dia de Corpo de Deus. Desde logo é estranho Deus ter corpo e ainda por cima ser um corpo móvel. O feriado calha a primeira 5ª feira depois da oitava semana de Pentecostes que, por seu turno, decorre 50 dias depois dos Ázimos que é na primeira lua cheia da Primavera e que, segundo alguns, coincide com a “última ceia” e, segundo outros, terá sido o dia da morte de Jesus, ou seja, a tal Páscoa. Seja como for, a morte do rabi é, decididamente, móvel. Totalmente móvel. Intensamente móvel. Logo, a ressurreição também varia e, consequentemente, o dia do juízo final é, afinal e de facto, totalmente imprevisível. Haja Deus.
Mas para além destas questões de hermenêutica teológica, eu tenho dúvidas mais básicas.  Que estariam eles a comer na última ceia? Era só pão? E o vinho era tinto ou rosé? De que castas? A casa teria w.c.? Lavaram as mãos antes de comer? E o Espírito Santo já existiria? E também jantou? Comeu luz ou batatas com bacalhau? Judas conseguiu engolir a hóstia? Enfim, dúvidas que me perturbam a Quaresma e me impedem de saborear convenientemente o cordeiro pascal.

16 comments:

Li Ferreira Nhan said...

Maravilha! Cronica atemporal!
Pena não ter tido este ótimo texto em mãos há 40 anos atras, no colégio das freiras alemãs.
Sem dúvida causaria comoções, atos disciplinares, debates ou na pior das hipóteses, nenhuma discussão; censura na hora!
;)
Consta segundo as escavações, a existência das tais casinhas, separadas do resto da morada, o tal wc.
Imagino que lavaram as mãos; até os dias atuais corre a fama do excelente asseio das famílias judaicas.
Judas não engoliu nada. E nenhum judeu engoliu; até hoje essa conversa toda esta atravessada na garganta deles; vivem colocando a culpa toda da morte do cristo nos italianos!
Quanto ao cardápio... Taí um assunto que não quero nem saber! Essa história do corpo do cordeiro, do sangue, essa matança toda eu dispenso! Dispenso até nos dias de hoje.

Fatyly said...

Dúvidas para muitos e certezas para outros tantos...e o certo é que com isso originam guerras desnecessárias que se evitariam se houvesse mais respeito entre todos em vez de apenas e tão só...puxarem a brasa à sua sardinha.
Dizes bem, tudo é "móvel" e acreditando no que acredito e seguindo apenas o que acredito Jesus Cristo foi um homem como qualquer outro, com defeitos e qualidades e vejo-o sempre em muitos seres esfaqueados, maltratados, abandonados, doentes etc e se surgisse do nada...morreria porque não conseguiria pôr "ordem nas diversas casas muitas delas com uma ostentação dantesca que dizem ter sido dele e dos seus seguidores"!

As tuas perguntas são pertinentes e respondo-te apenas: Não estava lá e como tal, sei lá eu?

Norival R. Duarte said...

O único dia móvel que mais me preocupa é o segundo dia útil de cada mês que, por incrível que pareça, coincide com o dia do pagamento da minha aposentadoria.

daga said...

não sejas cínico, amor, é tudo simbólico (como bem sabes)... para quem acredita, celebra a páscoa em qualquer dia, para quem não acredita - é indiferente. não é o facto de ser móvel que a torna mais ou menos credível.
por fim tinhas de vir com as questões gastronómicas ;)

expressodalinha said...

Graça, como sabes sou um cristão ateu...

expressodalinha said...

Li: uma das grandes vantagens da nossa religião é que podemos fazer humor com ela. Esta é a tolerância suprema de uma civilização. Talvez uma prova do nosso desenvolvimento social. Nada disto era possível com muçulmanos, hindus, xintoistas, ou mesmo com as novas seitas pseudo-cristã (IURD, Mormons, Cientologistas e commpanhia). Uma coisa é repeito. Outra é blasfémia. Para eles tudo é blasfémia. Viva a Páscoa.

expressodalinha said...

Fatyly: se queres que te diaga, acho que nada disto aconteceu. Mas alguma coisa aconteceu...

expressodalinha said...

Norival: entebdo perfeitamente. Uma dia super móvel e deslizante.

Norival R. Duarte said...

Boa Páscoa para você e sua família, Expresso da Linha.

expressodalinha said...

Igualmente.

João Menéres said...

Se um corpo, qualquer corpo, fosse imóvel, era um corpo morto.

E mais não digo

daga said...

pois é, sei - cristão pela cultura, ateu por convicção, não é paradoxo.
beijo

expressodalinha said...

Pois...

Eduardo P.L. said...

A Páscoa tem esse condão, fazer os crentes e os ateus discutirem o menu. A única verdade é que "Cristo nasceu no estomago do homem".

expressodalinha said...

E vou abrir as garrafas...

Li Ferreira Nhan said...

De fato Jorge, podemos sempre fazer humor com ela.
E o fazemos. Ao menos eu faço. Mas nem sempre sou entendida. Faz parte.
E vamos em frente!
;)