31.3.13

UMA BOA RESSURREIÇÃO PARA TODOS

A Páscoa deve começar-se sempre com um Omeoprazole 20mg e um ligeiro Motilium para evitar azias ou disfunções do hiato esofagíco.
A mesa redonda significa que estava muita gente ausente. Não que seja pior. Mais sobra.

Uma bateria de vinhos consistente, dos verdes ao tinto e vinho fino para rematar. Talvez alguma falta de Licor Beirão.
A gata achou que era um amigo que ali estava. Eu próprio duvidei. Mas, a verdade é que se não era gato era cabrito.
O vinho do Porto, vagamente vintage, com o queijo Stilton, fez recordar Eça de Queiroz.
O chocolate final, tudo em chiffon belga para mais tarde recordar. Está de parabéns a Fernanda que fez tudo sem ajuda, embora eu tenha levantado alguns pratos sem entornar.

12 comments:

Li Ferreira Nhan said...

Caramba, que beleza!!! Sem dúvida, Parabéns a Fernanda!

João Menéres said...

1958 não foi ano Vintage
( Declarado oficialmente ).
É por isso que diz vagamente ?
Eu tenho várias desse ano, mas da Real Vinícola...
Que tal estava o da Burmester ?

expressodalinha said...

Fabulosa.

João Menéres said...

Obrigado, pois sempre é uma indicação !

Anonymous said...

Comentando, passo a passo, i.é., da primeira à última:
1. Primeiro passo, passo. Detesto remédios.
2. Segundo passo: talvez não tivessem ido por estarem a muitos passos de distância. Porém, um ausente a quem bem se quer, está sempre, mesmo se não estiver.
3. Terceiro passo: até me passo só de os olhar. Devem ser fortes.
4. Quarto passo: nada passa desapercebido ao olho e olfacto apuradíssimos e mágicos de um gato. Gostei da gata. Muito. Do cabrito? Nãooooooooooooooooooooo.
5. Quinto passo: existem coisas que não passam de moda. Gosto.
6. Sexto passo: Hmmmmmmm. A Fernanda não nos quer passar a receita? Magnífico.
7. Sétimo passo. Não está lá mas fica aqui. Passei e desejo um finalzinho de Feliz Páscoa. A todos.

:):):)

expressodalinha said...

Boa resenha :))

myra said...

parabens a Fernanda, e gostei da resnha do Joao! e lindas fotos!
beijosssssssssssssssssssssssss

João Menéres said...

MYRA :

A resenha do Anónimo não é minha, mas tenho pena !

Um beijo.

Eduardo P.L. said...

Que linda mesa, e idem iguarias...

expressodalinha said...

E agora vamos ao Pentecostes...

Anonymous said...

O que este homem sabe!!!

Pentequê??????????

Fatyly said...

As mulheres são o máximo...e tirando lá os comprimidos...até me fez crescer água na boca.

Foi bom... mas já passou:)