24.10.14

MOINHOS DE SUBMERSÃO (RIO ARDILA - ALENTEJO)

Há muitos moinhos hidráulicos no Alentejo oriental, região que tem rios com elevados desníveis. Como muitos destes cursos de água estão sujeitos a bruscos e acentuados aumentos do volume e ímpeto dos caudais, os moinhos estavam integrados em edifícios construídos de forma a não sofrer danos na sua estrutura arquitectónica, podendo ficar submersos.
   

6 comments:

Fatyly said...

Desconhecia por completo...e fica sempre assim tão barrenta? Se sim...deve ser um belo spa:):):)

João Menéres said...

Também não sabia !
Sempre a aprender consigo...

Jorge Pinheiro said...

Há muitos nesta zona. Já não funcionam, claro.

Elvira Carvalho said...

Não conhecia. A falar verdade, o Alentejo é a região do país que menos conheço. Mas este é muito interessante. Se nos abstrairmos da porta parece uma rocha.
Um abraço e bom fim de semana

Eduardo P.L. said...

Interessante.

daga said...

são mesmo muito invulgares estas construções, moinhos? como é possível!