31.5.15

MUSEU NACIONAL DOS COCHES







9 comments:

João Menéres said...

Um cheirinho a novo...

Paulo said...

Que coragem! Não estava imensa gente? O que é que achaste do edifício?

Jorge Pinheiro said...

Estava muito pouca gente. Ainda há muitas coisas por funcionar e as paredes estão excessivamente despidas. Excelente espaço e luz.Talvez um pé direito muito alto, talvez demais, e não gostei da solução do tecto. Por fora acho que tem virtualidades, embora fique um matacão demasiado encostado á Marginal. Com o tempo acabamos por nos habituar.

Paulo said...

É interessante aquela ideia do Paulo Mendes da Rocha de elevar o edifício e criar sob este um espaço público de livre acesso, à semelhança do que se passa no MASP na Av. Paulista (Arqt.ª Lina Bo Bardi). Um conceito do século passado tipicamente modernista mas que continua a funcionar muito bem. Tenho que lá ir, tenho estado para aqui a atrofiar no subúrbio.

Jorge Pinheiro said...

E também fui ao Sebastião Salgado :))

João Menéres said...

E que tal foi a sensação, Jorge ?

Eduardo P.L. said...

Os carros evoluíram um pouco, pelo menos em número de cavalos.

Jorge Pinheiro said...

Cavalos e burros :))

João Menéres said...

E tinham palha ?