17.11.15

MARRAKECH - JARDIN MAJORELLE



  
Jacques Majorelle foi um pintor orientalista (1886-1962). Seduzido por Marrakech decidiu viver aqui e construir um vasto jardim, no centro do qual edificou a sua residência e estúdio. Depois da sua morte, os jardins ficaram ao abandono. Em 1980 Pierre Bergé e Iyes Saint Lurent adquiriram a propriedade, já então alvo da cobiça dos especuladores imobiliários. Depois da morte de Saint Laurent, em 2008, foi criada a Fundação Jardin Majorelle que, para além dos dos magníficos jardins, tem um espectacular museu dedicado à cultura berbere.

7 comments:

João Menéres said...

Ninguém me chamou para isso, Jorge.
Lamentável não o ter conhecido quando estive lá.

E estes AZUIS são de uma riqueza cromática única !
É uma porta que se vê aqui em baixo ?

Jorge Pinheiro said...

É o chamado Azul Majorelle. Sim, é uma porta.

João Menéres said...

Majorelle ?
Penso que não tinha ouvido nunca...
Obrigado.

João Menéres said...

Em termos de RGB :
R : 33,33
G : 39,22
B : 92,16

Eu gosto muito do lápis lazúli que, quando moído e processado, dá origem ao pigmento para a têmpera (método de pintura utilizado por artistas japoneses) e, mais raramente, pintura a óleo.
Como sabe, o lápis lazúli é uma rocha.

Jorge Pinheiro said...

Este é o azul tuaregue. Fascinante.

João Menéres said...

Um azul especialmente luminoso. Que entra na nossa alma.

Eduardo P.L. said...

...e o jardim? Não tem fotos?