12.3.18

LAMPREIA E SÁVEL




9 comments:

João Menéres said...

Sabe como sou esquisito em termos de gastronomia...
Não conte comigo para o acompanhar nessas iguarias.

Um grande abraço.

Fatyly said...

Nunca provei mas não me importava de te ter feito companhia não fosse o danado do Dia do Reformado pagar-me daqui a mais uns dias:))))

Um abraço

Li Ferreira Nhan said...

Como não me importo com a aparência do prato (aliás, não me importa com a aparência de quase nada) gostava de provar o primeiro; parece que foi mergulhado no vinho e o arroz junto! Queria saber do aroma; isso sim importa.

O sabor deve ser bom!

Jorge Pinheiro said...

Não é no vinho. É no sangue.

João Menéres said...

Papas de sarrabulho ainda cômo...

Li Ferreira Nhan said...

Sangue!
Papas de sarrabulho...
Muito a saborear dessa cozinha :)

Eduardo P.L. said...

Definitivamente não. Não é por nada, mas de hematologistas e de sangue quero distância. srsrs

Li Ferreira Nhan said...

Rsrsrs...
Edu no melhor do seu bom humor, que bom!
Já sarou? Vi o filme de você internado no hospital essa semana!

Bjs a todos.

Jorge Pinheiro said...

Eduardo, que se passou no hospital?