15.12.09

BLOGGINCANA - DEZEMBRO



Continuação de Varal de Ideias


Fazia dias que a vida de Flávio tinha mudado radicalmente. Ele era um cidadão modelo, exemplar, um professor graduado com uma vida calma e rotineira. Solteiro, permanentemente apaixonado pelos livros e pelas artes, Flávio vivia sozinho desde que a mãe morrera. Com os seus 46 anos, ele não ambicionava mais do que ser o que era. Porém, naquela tarde fatídica tudo tinha mudado. Passeava calmamente no jardim quando um sujeito baixo e forte, com sotaque estrangeiro que ele não conseguiu identificar, se chegou perto e lhe sussurrou ao ouvido, sem qualquer preâmbulo: "em breve estarás morto e a tua cabeça rebolará pela calçada, feita bola de trapos"


12 comments:

Chica said...

Eta, que vai dar bom isso!rsrs...Estou louca que chegue minha vez!abração,tudo de bom,chica

Eduardo P.L said...

A saga do Flavio vai de vento em popa!
O conto "policial" parece estar tomando corpo! Vamos ver no que dá!!!!

Eduardo P.L said...

A cada intervenção, o personagem vai tomando suas características e personalidade! A história rumos imprevisíveis! Se ninguém pisar na bola....vamos ter um belo conto ou crônica! Esperar para ver!

Fatima Cristina said...

Jorge,
Muito legal!
O dia longo e macabro do Flávio foi certeiramente descrito aqui na sua passagem do conto! Parabéns!
Como já disse, mal posso esperar para ver o desfeixo desse conto.
Abraços,
Fatima

Fatima Cristina said...

O Eduardo falou tudo: Com certeza no final teremos um um belo conto!
Mesmo que ele tenha de conter algumas frases de auto-ajuda no meio, tenho certeza que o Flávio precisará delas para desvendar a trama dessa estória.
Abraços

Sou Mulher ... said...

Olhe. Tentei participar no mes passado da Gincana e queria,neste, contudo, tenho que confessar que vou esperar aprender mais, a respeito desta coisa maravilhosa de Blogs, Links (não sei como colocar meu link, nem como colocar o banner - tentei em nov., mas não consegui).
Assim, até um futuro não muito distante (espero).Abraço, Vera.

expressodalinha said...

VERA: É SÓ COPIAR E GUARDAR...

Eduardo P.L said...

Jorge,

me permita comentar sobre o que disse a Fátima Cristina,"Mesmo que ele tenha de conter algumas frases de auto-ajuda no meio"...
Acontece que o infeliz blog que vem imediatamente abaixo " das frases de auto-ajuda", fica completamente prejudicado! Isso não pode acontecer! Prejudica quem entra na brincadeira na certeza de que TODOS sabem ler, e ao lerem as regras e TAREFAS, cumpram-nas rigorosamente!
Desculpe o desabafo! Mas estão passando dos limites da ingenuidade!

expressodalinha said...

É isso. A história é o que é e vai ficar óptima. Não mexe, não estraga!

Andreia said...

Oi Jorge, já fiz a minha parte e espero ter ficado dentro do contexto, embora tenha ido um pouquinho, só um pouquinho para o lado do terror!
Tenho certeza que no final tudo vai dar certo e esta história vai dar o que falar na blgosfera.
Achei muito interessante a idéia e continuar logo após você, não foi fácil, escrevestes muito bem.
Já avisei ao Rolando do Entremares para dar continuação.
Doce beijo querido...

EXPRESSO said...

OK. Boa Andreia, vou ver. Beijos.

Fatima Cristina said...

Ooops...

voltei para consertar algo no meu 1o.comentário... sorry...

"desfecho"

Abraços!