19.4.11

MAS AFINAL O QUE É A TROIKA?

Nos dias que correm Lisboa vive em perseguição da "troika". Os jornalistas atropelam-se na ânsia de agarrar um perfil dos contabilistas do FMI. Os telejornais acordam e adormecem nas imagens da "troika". Nada mais interessa senão perseguir os pobres contabilistas. Há já itenerários turísticos estabelecidos e empresas com visitas guiadas. O dia a dia da "troika" é, de facto, excitante. Expresso da Linha foi investigar. Para já a "troika" são quatro... Manhã cedo, depois de resolvida a cólica matinal, vão a pé do hotel na Avenida da Liberdade até ao Cais das Colunas. Não reparam nos sem-abrigo que ressacam pelas esquinas. Não bebem uma bica. Café só de saco. O Sol de Abril incomoda. O calor é demais. Entram no Ministério das Finanças antes das 9 horas. Carregam as suas pastinhas de consultores cheias de Lap-Tops e folhas Excel, cheias de dinheiro virtual. Entram e não saem para almoçar, para poupar dinheiro. Negoceiam em alemão, que, como todos sabemos, é muito mais difícil de negociar. Voltam ao hotel pela tardinha. Suspeita-se que não tomam banho, para poupar água. Poderiam ir jantar logo ali à esquina no Riba d'Ouro. Belos camarões. Uma santola magnífica. A lagosta, uma delícia... Suspeita-se que não jantam para poupar nas ajudas de custo. Desconhecemos se a "troika" de quatro dorme em quartos separados. Neste particular, a recusa de informação foi ponto de inflexibilidade absoluto da gerência do hotel. No dia seguinte a rotina mantém-se, com nova perseguição fotográfica... E será isto uma verdadeira Troika? Afinal o que é uma Troika?
Esta é a verdadeira Troika. Na exótica e longíqua Rússia usam-se três cavalos para puxar uma carroça com skis. Os cavalos são colocados na horizontal, alinhados ao mesmo nível. A Troika exige um rigoroso jogo de equipa, entre os três cavalos e o condutor. Assim, de facto, a Troika são quatro: três cavalos e um homem. O cavalo do meio faz um trote rápido, enquanto os das alas galopam. Atingem grande rapidez, embora os cavalos das alas tenham de suportar uma posição anti-natural, o que lhes provoca graves problemas ortopédicos. Acesce que a Troika só funciona em territórios muito abertos e vastos, com solos nevados e estradas beras. Nada disto existe em Portugal. Pergunta-se: que estão estes cavalos cá a fazer?

10 comments:

Eduardo P.L said...

Jorge,

logo, logo saberemos!!!!!

João Menéres said...

A pôr na ordem os camelos.

Mena G said...

Jorge... Amanhã releio e tentarei fazer um comentário mais "troteante".
Por agora, só mesmo um sorriso alarve.
:D

Maria de Fátima said...

saiem?! acabo de acordar e baralho-me...

expressodalinha said...

Eu é mais à noite.

peri s.c. said...

Mórbida troika .

Maria de Fátima said...

olha aqui a ver se reconheces, enfeitada no dia de ramos

expressodalinha said...

Ah, São Sebastião...

Anonymous said...

aparte a troika boa PascoaBJ MF

expressodalinha said...

Igualmente, com ou sem troika... Bjs.