11.7.11

FESTA DOS TABULEIROS - I

A tradição da Festa dos Tabuleiros foi instituída pela rainha Santa Isabel, na lógica do Espírito Santo, imediatamente a seguir à dissolução da Ordem do Templo e à criação da Ordem de Cristo que lhe sucedeu. Isto no século XIV. As donzelas do povo percorrem as ruas levando à cabeça uma enorme cesta com pães e flores, com 15kg cada, pagando simbolicamente um tributo. A provável origem directa da tradição poderá estar numa lenda do norte da Península: em tempos distantes, Mauregato, sucessor de Silo das Astúrias, terá pactuado com os muçulmanos, obtendo a paz em troca de um pagamento anual de cem donzelas, o que, diga-se de passagem, nem sequer me parece excessivo… A batalha de Clavijo, com mais uma milagrosa aparição de Santiago, montado no habitual cavalo branco, deu a vitória aos cristãos e terá acabado com aquele infame tributo.
Mas esta tradição é, obviamente, muito mais antiga, remontando ao mito cretense de Teseu e do Minotauro, correspondendo aos ritos proto-históricos de fertilidade.
A festa é em Julho, mas agora apenas de quatro em quatro anos, por “razões administrativas”. Se fosse nos tempos antigos, eram quatrocentas donzelas de uma só vez… É muito! De tradição em tradição, fomos ver neste sábado...

16 comments:

myra said...

vce meu "querido donzelo" fica alinhado de qualquer modo:))))))

João Menéres said...

Deixaram-noentrar sem uma gravata encarnada na Mata dos Sete Montes ?
Custa-me a crer...

Eduardo P.L said...

Que "loucura" !!!

byTONHO said...



Em tempos de CRISE,
nada como uma "festinha pra espantar os tributos".

Que "loucura" II !

:o)

Silvares said...

Pois, paguemos em donzelas. Talvez assim a gente se safe. Já agora podemos meter umas italianas ao barulho...

jugioli said...

Amei conhecer toda essa história!!!
bjs

António P. said...

Estás um turista de 1ª.
E obrigado pelas informações e reportagens.
Um abraço

expressodalinha said...

Uma loucura de gente. São milhares de pessoas. Como seria no tempo dos Templários?

expressodalinha said...

Eduardo: uma total loucura.

expressodalinha said...

Rui: e teremos donzelas que cheguem?

expressodalinha said...

Tonho: tem de ser. Sem curtir nada se faz.

expressodalinha said...

António; vamos tentando andar por aí...

João Menéres said...

É que no Domingo, só com gravata vermelha é possível o acesso à Mata dos Sete Montes...

expressodalinha said...

Não sabia.

daga said...

as coisas que tu sabes... ;)
estás com ar de quem tem medo que aquilo caia (que se desfaça a montagem :p!!)
o que fazem depois a tanto pão? faz-me impressão essa parte...
beijo

expressodalinha said...

PERGUNTÁMOS.NÃO FICÁMOS CONVENCIDOS... HÁ UM BODO N 2º FEIRA, MAS A ASAE NÃO DEIXA DISTRIBUIR PÃO DE ANTEONTEM