24.7.11

PORTEL - A SALA

Uma sala branca de sofás brancos. Uma penumbra que descansa. A tarde cai. Uma preguiça imensa se apodera de nós. Ao longe os ruídos fazem eco. Um cheiro a paz.

6 comments:

João Menéres said...

É por eu não estar por aí...

Luísa said...

Este é o meu cantinho!De contrastes branco e pau preto, de luz intensa e gradativa, num local acolhedor para a leitura!
Poderia ler H. Hesse em voz alta, para os vizinhos da cedeira...

Beijinho terno

Eduardo P.L said...

Grande luz.

expressodalinha said...

Luísa: De facto um prazer.

expressodalinha said...

João: o meu amigo está por todo o lado.

expressodalinha said...

Eduarado: estas luzes coadas são maravilha.