18.11.11

TERRA OCA - SERRA DA ARRÁBIDA

A Serra da Arrábida situa-se na margem norte do rio Sado, entre Setúbal e Lisboa, despenhada sobre o Atlântico. Arrábida poderá significar "local de oração" ou de "vigia", numa toponimia vinda do árabe. Hoje em dia é um Parque Natural. Mas há quem defenda que aqui existem entradas para a Terra Oca. Outros locais de suposta entrada, em Portugal, localizam-se na Serra de Sintra. As mais importantes entradas estariam nos Himalaias, nos Andes e nos contrafortes da Serra do Roncador, no estado brasileiro de Mato Grosso. A Terra Oca é uma lenda que vem directamente do hinduísmo e dos tempos pré-biblícos. Agharta seria um axis mundi, um reino subterrâneo primordial, localizado na quarta dimensão. Um reino mítico em que Melquisedeque é o Rei-do-Mundo. Um paraíso perdido citado na Bíblia (Genesis, 14:18-20). Shambhala é a capital desse reino. No budismo Tibetano acredita-se que há canais de ligação entre Shambhala e o Dalai Lama no exílio. Shambhala tem vários nomes: Erdami, na Mongólia; Campos Elísios, para os gregos antigos; Amenti, para os antigos egípcios; Cidade dos Sete Reis de Edom (ou Éden), na tradição judaica; Avalon, nas lendas do Rei Artur. Júlio Verne baseou-se neste mito para criar a "Viagem ao Centro da Terra". A banda desenhada de "Blake and Mortimer", também se baseia neste mito. Igualmente o filme "Salteadores da Arca Perdida". Até os americanos, recentemente, descobriram uma conspiração sustentada numa "entrada" para o centro da terra, situada algures no Pólo Sul. A verdade é que,  para lá das crenças ou dos mitos, a Terra Oca simboliza uma viagem ao interior de nós próprios. Um caminho esotérico para um mundo novo.

9 comments:

João Menéres said...

Não foi por aí que há anos desapareceu um garoto ?

byTONHO said...




Você quer saber
onde é o melhor lugar do mundo?
Vou lhe dizer:
o melhor lugar do mundo é dentro de VOCÊ...


Uma canção popular aqui da 'terrinha'.

:o)

myra said...

sim, Tonho tem razao!!!!

Luísa said...

Maravilhosa viagem à TErra OCA, onde o imaginário nos empurra para dentro e nos faz esboçar sorrisos pelo que vamos encontrando.
Obrigada pela excelente metáfora e pela grandiosa viagem que nos convida a fazer, em que o preço do bilhete é o crescimento!
Beijinhos e votos de um excelente fim de semana!

Eduardo P.L said...

Dando razão ao Tonho, saúdo pela reportagem, mais uma vez!

expressodalinha said...

Obrigado pela apreciação.

Li Ferreira Nhan said...

Essa viagem ao interior de nós mesmos muitas vezes esta Oca mesmo.

Ótima reportagem Jorge!

expressodalinha said...

Obrigado Li. Ás vezes dá-me para estas coisas. Cá no fundo devo ser um místico-céptico.

daga said...

gosto muito de mitos e lendas, principalmente se nos convidam a reflectir sobre nós próprios... conhecia o da Bíblia, do Tibet e de Avalon, mas os outros não e não sabia que "os salteadores" se baseavam nessa lenda da Terra Oca! Muito bonita a viagem, Jorge, obrigada :)
beijo