6.1.12

COMENTÁRIOS QUE VALEM UM POST

AnonymousAnonymous said...


É de ricos a lampreia
Desconhecida dos pobres
Para vir à minha ceia
Gastaria muitos "cobres"


A lampreia, a talzinha
Como o rosado caviar
Não me chegam à cozinha
Não tenho como os pagar


Mas também que ar medonho
Tem a famosa lampreia
Que ainda dada pelo Tonho
Nem inteirinha, nem meia


Oh Expresso, tenha dó
Que asco me deu seu "poste"
Deu-me nas tripas um nó
Mesmo que isso o desgoste


Guarde lá sua lampreia
E mantenha sua linha
Que a dita é tão feia
Fica abaixo da sardinha




Boa ceia, boas iguarias ...

13 comments:

byTONHO said...



Quem é o poeta ANÔNIMO?!

:o)

João Menéres said...

Tem que ir para uma antologia !
Mas assinado, é claro !

Parabéns à autora ( penso que é ! )

Li Ferreira Nhan said...

Bravo!!!

Maria de Fátima said...

quem, quem? terá sido o Tonho a dar em poeta?

myra said...

eu tbem gostaria de saber quem é---
e digo Bravo como a Li!!!!
bjs

daga said...

Parabéns ao poeta =D

Luísa said...

Fantástica abordagem
que pôs os euros na mesa
Mas para juntar a familia
Basta uma boa sardinha portuguesa!

Se de sardinhas não gostarem
e os quiserem sentar à mesa
chamem-nos todos para jantar
uma lampreia à bordalesa!

E se a troika não deixar
Que se faça arroz de lampreia
Venha um pica no chão cá do Minho
E faremos o convivo á maneira!

Beijinhos aos cantadores
que manifestam a sua beleza
Realmente ele é feio
Mas enche sempre a minha mesa!

LuísaVilaça

expressodalinha said...

Isto está-se a compor...

Anonymous said...

Venho assim agradecer
Tanto apreço e simpatia
E s´eu soubesse escrever
Deixar-vos-ia uma poesia

Sem pretensão junto letras
Atiro palavras ao vento
Muitas loas, muitas tretas
Sem nenhum constrangimento

E digo-vos o que é certo
Não sou Espanca nem Sofia
Nem Pessoa, Ruy ou Herberto
Nada sei, mas adoro Poesia

A ela junto comidinha caseira
Iscas, açorda, peixe frito
Lampreia não!!!! Que asneira!
Por favor, não!!! ou eu grito ...


Grrrrrrrrrrr


ah ah ah

Boa noite a todos vós, que sois tão simpáticos.

Luísa said...

Vamos evitar o grito
De tão gentil pessoa
Que põe a mesa aflito
E nos dá comida boa!

Óh! que belo momento
de garfo e colher à mesa
Antes iscas e açorda
Que lamprei à bordalesa!

Se me convidarem, irei
E prometo ser bom garfo
o lápis levarei
para registar o prato!

Beijinhos e mais beijinhos
Pela delicadeza na resposta
um bem haja bem simpático
pois deixou-me bem disposta!

Ao expresso agradeço
o aluguer da sala
viemos por a mesa
e ele nem nos ralha!

byTONHO said...



Será a Menina do MAR,
o Anônimo?!

:o)

expressodalinha said...

É SÓ POETAS. OBRIGADO PELOS CONTRIBUTOS.

Menina do mar said...

Vim a pedido da Luísa, parabéns à escritora, gostei muito! Tonho, eu não sou :))