13.1.12



8 comments:

myra said...

so sei que as fotos sao lindas!!!

Fénix said...

Nublado... sombras tristes...
Lúgubre...
Nostalgía...
Lamentos...???
Mas, como sempre, belas imagens.
Abs.

byTONHO said...

↓↓

O.mar Khayyam,
mar.av.ilha!
A.mar.gura há, a.mar.guento, mar.asmo!

Ah!
Pra lá da Mar.tinica,
na mar.gem deixo minhas mar.cas!

:o(

expressodalinha said...

Tonho: essa do Omar Khayyam é muito "avançada". Grande personagem. sa.MARcanda

byTONHO said...



Ghiyath al-Din Abu'l-Fath Umar ibn Ibrahim Al-Nishapuri al-Khayyami
ou
غیاث الدین ابو الفتح عمر بن ابراهیم خیام نیشاپوری, em persa.

Um Rubaiyat de Omar:

Um jardim florido, uma bela mulher, e vinho.
Eis o meu prazer e a minha amargura,
o meu paraíso e o meu inferno.
Mas quem sabe o que é Céu e o que é Inferno?


Até!

Luísa said...

O mar é sempre tão belo, que até de negro ele se veste bem!
Beijinhos e parabéns pelas fotos.

expressodalinha said...

Tonho: Omar sempre me fascinou. Um doido com juízo. Um matemático sem equação. Um filósofo sem deus.

expressodalinha said...

Luísa: o negro está sempre lá. O mar é profundamente negro. O resto são reflexos.