16.4.12

NINHO DE MELRO



Em frente da minha casa um ninho de melro. Não está muito alto e vê-se bem. Vamos tentar seguir a história. O melro é que já está chateado...

16 comments:

Anonymous said...

A Natureza é Poesia.

O MELRO

O melro, eu conheci-o:
Era negro, vibrante, luzidio,
Madrugador, jovial;
Logo de manhã cedo
Começava a soltar, dentre o arvoredo,
Verdadeiras risadas de cristal.
E assim que o padre-cura abria a porta
Que dá para o passal,
Repicando umas finas ironias,
O melro; dentre a horta,
Dizia-lhe: "Bons dias!"
E o velho padre-cura
não gostava daquelas cortesias.
(...)


Já temos aqui o melro. Que não venha o padre-cura, porque

"Há mais fé e há mais verdade,
Há mais Deus concerteza
Nos cardos secos dum rochedo nu
Que nessa Bíblia antiga Ó Natureza,
A única Bíblia verdadeira és tu!..."

(O Melro, Guerra Junqueiro)

byTONHO said...



"Melro não gera polêmica,
é MELRIcamente natureza, Jorge!"

PÔ LÊ MIC...ando!

:o)

expressodalinha said...

Este melro não fuma :))

Li Ferreira Nhan said...

Um macho adulto?
É só não bulir ao ninho que com sorte haverá filhotinhos!
Aguardemos!
:))

expressodalinha said...

O Guerra Junqueiro era ornitólogo?

Anonymous said...

se era não sei. mas sei que este poema dele, escrito em tempos tão idos, é belíssimo e é, além de tudo, um apontar de defeitos à "pura igreja" que atrás de si tantos arrasta ... mesmo os que não gostam de poesia deveriam lê-lo.

expressodalinha said...

É muito curiosa a abordagem do GJ. A ave como verdade pura. Eu adoro aves...

Anonymous said...

Então deixo-lhe este maravilhoso presente:

http://www.ustream.tv/decoraheagles

Espero que goste, tanto ou mais do que eu.

Fatyly said...

Que maravilha e dizes que o ninho não está muito alto? Pois esse fez num plátano e na parte mais baixa, porque a maioria faz ninhos o mais baixo possível e de preferência na base de arbustos que formam cercas. Já vi um no meio de azevinho selvagem e no quintal da filha imagina onde foram fazer: por baixo de um enorme cato em forma de concha com uns picos danados...talvez a forma de os gatos não os paparem e lá estão com dois filhotes lindos:)

Adoro todo o tipo de aves e tens fotos fabulosas sobre elas:)

João Menéres said...

Cusquice ...

LOL

expressodalinha said...

Muito cusquice. O melro já anda chateado :))

expressodalinha said...

Anónimo: muito giro.

expressodalinha said...

Fatyly: é um freixo e não um plátano. Mas tens razão. Eles fazem ninhos baixos. A questão aqui é que está muito exposto. Isso indicia, quanto a mim, uma enorme confiança nos humanos aqui do bairro. Como implementamos um programa de protecção de aves e colocação de ninhos há 4 anos, é bom sinal.

myra said...

belezaaaaaaaaaaaa!!!

Fatyly said...

Sim já tinha lido sobre essa ideia fabulosa e aliás tens várias fotos que mostra essa protecção.

Já agora, aceitam aves raras? Então vou já para aí e fazer um ninho...pera um cadinho pois tenho de escolher a árvore é que disse plátano pela pintura do tronco e afinal é um freixo...lolllll

(não ligues hoje acordei assim, como dizer...como todos os dias...bem disposta:))

expressodalinha said...

Ainda bem. Precisamos de excelente disposição.