21.5.12

LIÇÃO Nº 1 - O PRAZER COMANDA A VIDA

Quem faz um filho fá-lo por gosto. Sem prazer a vida há muito se teria extinguido. Alguém no seu perfeito juízo perde tempo a meter conversa com com uma miúda, levá-la a jantar fora, talvez ao cinema e ainda lhe faz juras de eterno amor?! Tem de haver expectativa de prazer, uma promessa de cama. O amor, se vier, vem depois. Primeiro há que testar os corpos. O amor sem prazer é uma ficção feita de suspiros e devaneios. Os casais que não têm prazer não podem ter verdadeiro amor. Terão, quando muito, uma relação de conveniência, de interesse, uma habituação familiar. Mas não é amor. Amor é prazer. Como garantir esse prazer? Como manter esse amor? Veremos nas próximas lições... 

20 comments:

Luísa said...

Isto promete....

Eduardo P.L said...

Quem dá lições é professor, mestre, e eu como mero aprendiz, e aluno primário no assunto, só vou me arriscar a duas observações:
FA LO é importante na relação, para fazer um filho ( como disse ), e ou como puro prazer!
2º - Essa ordem de coisas proposta: cama, prazer e depois amor, é bem discutivel. Acredito que havendo amor, ha prazer, e a cama os unirá para sempre. Sem boa cama, não há amor que resista, e nisso também concordo.
Vamos aguardar as próximas lições.

Li Ferreira Nhan said...

Cabe aqui;
http://youtu.be/zS80zuVj5XE
Amor e Sexo
Rita Lee/Roberto de Carvalho/Arnaldo Jabor
;)

Eduardo P.L said...

Li,
adoro a Rita, e essa musiquinha em especial! Sou um aluno aplicado!!!!

Li Ferreira Nhan said...

Somos dois Edu.
(e nos 3 pontos que vc abordou)
;)

Eduardo P.L said...

Li,

O PROFESSOR não deve estar gostando dessa nossa conversa durante a aula,,,psiu !!!!

expressodalinha said...

O "professor" é mais abandalhado do que os alunos.

Li Ferreira Nhan said...

Ops!

João Menéres said...

CITO o APRENDIZ :

> Sem boa cama, não há amor que resista <.

Parabéns, JORGE, por esta introdução ao 1º trimestre.

Grande abraço.

Anonymous said...

Nesta primeira lição
De amor de de prazer
Terei muita atenção
Que nada quero perder

Vamos lá analisar:
É homem, o Professor
Por bem que possa ensinar
Confunde sexo com amor

Feminina fosse a visão
Talvez fosse diferente
Primeiro viria a paixão
Depois o sexo em torrente

Não fuja c´o rabo à seringa
Nisso de filhos fazer
Fazer por gosto é cantiga
Muitos os fazem sem querer

Se só de um corpo gostar
Para o seu satisfazer
Jamais poderá conjugar
O verbo amar com prazer

E se essa for a verdade
Não queria ser-lhe parceira
Chiça! Que infelicidade
Este gajo p´rá vida inteira

:):):)

expressodalinha said...

As mulheres falam de paixão mas querem dizer outras coisas. A paixão é o prazer supremo, "apenas" isso.

expressodalinha said...

O amor é uma empatia agravada. Até pode vir primeiro, mas se não tiver prazer sexual é uma obsessão paranóica e sem sentido.

myra said...

sem amor nao ha prazer...

Fatyly said...

Professor
Há uma idade e que bela idade em que o juízo é muito discutível...mas depois com mais uns anos em cima... "como a mim né":) temos uma visão mais sensata e sobretudo cautelosa numa de..."gatos escaldado de água fria tem medo".

Num encontro em que há um clik pode-se ir ao "tapete" ou não mas nunca será por amor...porque o amor constrói-se com o tempo é e será sempre uma obra a dois e quando infelizmente é só uma das partes "a amar demais"...a derrocada é inevitável, já que ninguém, mas ninguém pode mudar o "outro" e muito menos fazer que nos amem. (esta doeu-me e muito...mas já passou).

EDU
essa do "FALO" é muito discutível...e se o "cara" tiver problemas sérios, há formas de contornar "o que falta" e para mim não deixa de ser "prazer e amor que os une cada vez mais"...estarei enganada?

LI
Minha nossa, foste buscar uma música que gosto tanto...mas mais + mais é a música e o fabuloso poema "Cama e Mesa" do Roberto Carlos que vou só pôr um cadinho nesta 1ª.Lição que caí "nem mosca no mel":

Eu quero ser sua canção,
Eu quero ser seu tom,
Me esfregar na sua boca
Ser o seu batom.

O sabonete que te alisa
Embaixo do chuveiro,
A toalha que desliza
No seu corpo inteiro.
(...)
Todo homem que sabe o que quer
Sabe dar e querer da mulher.
O melhor é fazer desse amor
O que come, o que bebe,
O que dá e recebe.

Mas o homem que sabe o que quer
E se apaixona por uma mulher,
Ele faz desse amor sua vida:
A comida, a bebida
Na justa medida."

Anónimo
A última quadra está o máximo:):):)

e não digo mais nada:):):):)

Obrigado e aguardarei as próximas lições que prometem:)

expressodalinha said...

O Amor constrói-se, sem dúvida. Mas se não houver prazer e à vontade no relacionamento sexual, o Amor não existe. Ou seja, amor é um conjunto complexo de sensações, mas sem sexo não é este Amor de que estamos a tratar. Uma relação esporádica pode servir para despoletar o Amor ou não E, neste último caso, é apenas sexo.

Fatyly said...

Claro que sim, entendido:)

Fatima Cristina said...

Professor,
desculpe o atraso.
Perdi o ônibus. Só cheguei agora.
Vou tentar pegar a matéria atrasada...
rsrs...
Beijos!

expressodalinha said...

Fátima: esta aula não tem horário, só tem faltas de material :))

Fatima Cristina said...

Falta de material ??

Pelo que vi nos posts até agora o "material" virtual tá lá!

Bjs

expressodalinha said...

:))