22.5.12

LIÇÃO Nº 2 - A MOLA DA VIDA

Para os homens o acto sexual não é coisa simples. Há uma engenharia complexa e nada evidente. Há um estimulo que vai lá para cima, para o cérebro. Uma ordem descendente que vem cá para baixo. Uma ordem clara e perempória: "levanta-te e mexe-te". Mas nem sempre a ordem é obedecida. É preciso uma boa irrigação sanguínea que inunde os tecidos cavernosos, dando volume textura e atrevimento ao pénis. E, para isso, é preciso que a "mola" funcione e abra "as comportas" para a irrigação. A "mola" é constituída por um conjunto de terminais nervosos, encostados à próstata. São eles que, em última análise, comandam a vida. É à conta desses nervos que o mundo pula e avança. Como se percebe, nada disto é um acto de vontade. Sem a excitação adequada o homem pode ficar impotente e a mulher carente. O papel das mulheres pode parecer complementar, quase passivo, mas não é. Como sempre, as mulheres têm de trabalhar muito, como veremos nas próximas lições...

17 comments:

João Menéres said...

Claro...a próstata...
Ignora-mo-la até ao dia em que o seu volume dá sinal !

Estou muito interessado nestas lições !

Eduardo P.L said...

Tem razão o nosso professor! Já dizia o Dr Armando Morelli, em Belém do Pará,( quando lá morei na década de 70 do século passado), que o dia que a medicina resolvesse a cura de todas as doenças, o homem morreria de degeneração da próstata, com 150 ou 200 anos, se os outros orgão aguentassem todo esse tempo!
Ela é vital. E só os homens a possuem. Por um erro grave de concepção divino, o canal que liga a bexiga até a uretra, passa pelo seu interior! Aí começam os problemas...Mas essa é outra história!
Eu deveria fazer como a Madoka, sentadinha no fundo da classe, assiste as aulas sem palpitar...

ricardo GAROPABA blauth said...

há que fazer
separação de
ato sexual
e
relação sexual

uma ou outra
são prazerosas
mas somente uma
é
duradoura

ricardo GAROPABA blauth

Li Ferreira Nhan said...

Acho que vou para o fundo da sala de aula.
Só uma coisinha; há mulheres que precisam "trabalhar" muito. Outras, nem um pouco!

peri s.c. said...

Ereção, a alavanca que move a humanidade, desde sempre,

Fatyly said...

Li chega para lá para eu me sentar ao pé de ti, porque...temos de falar baixinho não vá o prof ouvir... concordo contigo..."há mulheres que precisam "trabalhar" muito. Outras, nem um pouco!"...e aguardarei pela próxima lição porque deve vir aí um rol de tarefas que até o Saci-perêrê ganha perna!

:) :) :)

Claire said...

Xinapa com esse poste nem consigo ler o teu texto

Eduardo P.L said...

Calma Claire !!!!
A ilustração do post pode ser fruto de fotoshop, e esses machos "sarados", em sua maioria, não gostam de femeas.

Ao Ricardo Blauth preciso dizer que relação sexual, e ato sexual, são sinônimos perfeitos e completos!
O que é duradouro numa relação é o amor. E com amor pode haver uma relaxão sexual longa e gratificante.


Ainda, para aquelas que exaltaram as competências masculinas, sem nenhuma "colaboração" da femea, digo que quando o sexo é unilateral, a graça também fica cortada ao meio, e em muitos casos é mais prazeiroso um grande "solo" do que um dueto desafinado!

Mas como aluno fico por aqui, para houvir o professor!

expressodalinha said...

Isto é um Workshop. Aprendemos todos. O pior vai ser a Prova Oral...

Eduardo P.L said...

Jorge,

a nossa sorte é que a classe é mista, e a prova oral poderá ser prazeirosa!

expressodalinha said...

A oralidade é um desafio. Nem todos/as sabem falar.

Anonymous said...

O curso está do melhor
Fácil em duas lições
Vai-se tornado pior
Haverá reprovações

Ainda é só teoria
Cada um pode opinar
Quero ver a alegria
Quando forem praticar

Digo-vos, caros colegas
Não vão ter como escapar
Bons beijos boas esfregas
Para aprenderem a amar

Amigos, ouvi pelo corredor
Que na aula prática primeira
Demonstrará nosso Professor
Com a melhor aluna solteira

Não desistam deste curso
Com belas ilustrações
A de hoje foi a de um urso
Que me causou vibrações

Agora tenho de ir embora
Pois preciso de estudar
Quando chegar a minha hora
Não quero decepcionar


:):):)

Fatima Cristina said...

Cheguei devagarinho para nao atrapalhar a aula. Sentei lá no fundo ao lado da Li e sa Madoka.
Gente, matéria fácil de se entender... vou tirar de letra.
Sempre fui boa aluna quando estudei o comportament das "molas" em física ...

Psiu!

Ah?? Ok...

(estou me divertindo)...

P.S.: Uma perguntinha: esses comentários anônimos sao da nossa amiga Selena?

Beijos!

expressodalinha said...

Sei não. Não faço a menor ideia. Nem tento adivinhar. Mas o português é de Portugal.

banzai said...

hahaha pessoal isso aqui tá muito bom, acho que vou mudar de ideia e vou pra fila do gargarejo!!
Li, já trabalhamos demais literalmente, na hora H ter que ´trabalhar´ muito? aí cumprica as coisas.
madoka

expressodalinha said...

O trabalho sempre compensa, mas não convém exagerar.

byTONHO said...



Ã-hã! II

:o)