6.7.12

LAGOS - ARMAZÉM REGIMENTAL


Edifício construído em 1665 pelo Conde de Avintes, Governador do Reino do Algarve, sobre o sítio onde existiria a igreja de S.Brás. Visava o armazenamento dos produtos trazidos pelas naus que aportavam em Lagos. De planta longitudinal, dispõe de um telhado de duas águas sendo a cobertura interior em abóbada de berço. Na fachada voltada para a praça do Infante abrem-se duas portas baixas encimadas pelo escudo de armas do Reino e a chancela do Conde. Integrando a mesma fachada, à direita, ergue-se um dos passos da cidade, rematado por um frontão de traça barroca.
Este antigo armazém foi utilizado até há cerca de um ano como galeria de exposições. Pertence à Messe de Lagos. E, tal como quase todo o património militar, anda embrulhado entre poderes burocráticos e ambições especulativas. Fica a imagem antes que vá parar a uma qualquer quinta de um qualquer comendador do reino da Condelipa. Será esta a verdadeira "guerra fantástica"?

11 comments:

Mena G said...

No comments... :)

expressodalinha said...

Mena: acrescentei mais um "toque"...

João Menéres said...

Aprecio imenso estes pormenores, Jorge !

Fatyly said...

e que ambições especulativas que até metem nojo para não dizer um nome mais á moda do Puoooorrrrto:)

Uma imagem bem bonita!

Fatyly said...

nome? talvez adjectivo :)

João Menéres said...

FATYLY

Acredita que não chego ao adjectivo !...

Li Ferreira Nhan said...

Vai parar onde?

expressodalinha said...

Não sei Li. Mas está fechado e especula-se...

Mena G said...

Obrigada Jorge... Hei-de saber desta guerra. Decididamente, mereces comer condelipas com os índios. :)))

expressodalinha said...

OK.

José da Paz said...

Exmo Sr Expressodalinha,
Diga se faz favor o que leu e onde leu e já agora quem escreveu - para que não se especule mais.
Quanto ao Armazém Regimental - o que se espera é que venha a ser um espaço aberto, agradável e utilizado todo o ano em proveito dos artesãos, da cidade de Lagos e do turismo algarvio. Resta questionar o que tem feito a Câmara Municipal de Lagos para concretizar este designio ? O Armazém é pertença do Exército, por conseguinte do ministério da Defesa Nacional - sendo possível a autarquia passar a ser responsável pelo edíficio - desde que haja diligências nesse sentido e a necessária vontade política. Em 2010 e 2011 foi sede de duas exposições acerca das "Invasões francesas em Portugal" e sobre "As forças armadas portuguesas no Mundo" - o que é muito pouco !
Acresce que a cobertura do telhado se encontra num estado miserável, demonstrando falta de sensibilidade pelo património.

PS: Seria bom ouvir a opinião dos partido polícos de lagos acerca deste assunto. E já agora das restantes forças vivas da Cidade.