10.7.12

ONE MAN SHOW


11 comments:

banzai said...

Jorge vc é um fotógrafo espetacular, estou me ´deliciando´ com o seu olhar das coisas, cores e momentos. E essa foto realmente me levou a outros mundos (utópicos?), pode ser, me lembrei do Livro que quero ler e ainda não li: A revolução urbana de Henri Lefebvre.
Porque né a RUA, que é o lugar de encontro(?), que é um teatro espontâneo, nela efetivamente o encontro, o movimento se ´mistura´ não é mesmo? E hoje em dia a RUA está tomada por estacionamentos, sujeira, tudo diferente do que em si deveria ser uma RUA. Então essa foto em particular é um sonho, um sonho de RUA que hoje em dia estão acabando. Triste
bjs
madoka

Mena G said...

Praça D'Armas... :)
Resistentes, hem?

expressodalinha said...

Madoka: é de facto onírico-feliniano (se me entende). Obrigado pela apreciação.

expressodalinha said...

Mena: exacto, na Praça D'Armas.

myra said...

sim, feliniano!!!!

Eduardo P.L said...

Na terceira idade ( e última ) dançar é um bom exercício, e um dos únicos prazeres da vida!

expressodalinha said...

Concordo. Tenho dançado pouco. Será q ainda não estou na 3ª Idade?!

Silvares said...

Já há muito tempo que não assisto a um desses shows de um homem só. Pela imagem fico com a sensação de que esse artista utiliza novas tecnologias para uma arte ancestral.

expressodalinha said...

Exactamente.

Li Ferreira Nhan said...

Um homem só...
Tecnologia que engole músicos.
Saudade do coreto, das bandas.

expressodalinha said...

É a crise... Este ganha por todos.