16.7.12

VÍTIMA


7 comments:

Anonymous said...

Se fosse para dar um título à foto o meu seria ...


"Tristeza"

Luísa said...

Pela boca morre o peixe...este foi de Anzol!
Bjos

Eduardo P.L said...

Luísa, esse era o "ditado", mas no caso presente: nem pela boca, nem por anzol...foi rede mesmo! srsrs

Eduardo P.L said...

Jorge,
acabo de me manifestar contra o comentário desastroso do seu leitor(a) Anonymou, lá no post da Joana, e volto a encontrá-lo(a) aqui. Por certo é leitor(a) assíduo, e portanto conhecido, e não tão anônimo!!! Lastimo! "Tristeza" foi a opinião sobre ARTE, que ele(a) proferiu!

expressodalinha said...

Eduardo: compreendo a sua posição do ponto de vista substantivo, mas deixo a opinião com cada um, mesmo anónimo. Preferia q não fosse, mas francamente não sei quem é. Sempre que as opiniões não passem os limites da educação e da urbanidade, dou uma enorme tolerância. É para isso que os blogues também servem, na minha opinião, e não apenas para manifestações acertivas. Mas, obviamente, preferiria ter um "rosto".

Eduardo P.L said...

Jorge,

entendo! Eu também gosto de pessoas com sexo e rostos definidos! E aprecio quando as pessoas emitem conceitos e opinião sobre assuntos que conhecem. Criticar uma artista ou uma obra de arte sem ter as minimas condições culturais para fazê-lo, é imperdoável.

Anonymous said...

Vamos por partes:

Ao Sr. Pinheiro, sempre com fotos e textos brilhantes, deixo o meu agradecimento por não me banir de seu blogue, mesmo estando eu sem fotografia e nome. Atitude louvável já que, na Net, um nome e uma fotografia podem não corresponder à pessoa que realmente deixa o seu comentário e dá a sua opinião. Cabeça pensante aje assim. Parabéns.

Ao Sr. que tem nome e fotografia deixo-lhe a seguinte mensagem:

"Quem o feio ama, bonito lhe parece". "A Beleza está nos olhos de quem a vê". Ditos populares estes, mas de grande sabedoria. Captou, caríssimo?
Quanto às "artes" da citada, definitivamente não gosto. Arte, para mim, tem que emocionar, tocar fundo, fazer-nos aplaudir, mesmo que silenciosamente, o artista. Esse amontoado de lixo realmente não me toca, nem superficialmente. Posso NÂO GOSTAR de Joana Vasconcelos? É crime inafiançável? Crime hediondo? Ora, caríssimo, se fosse culto o suficiente estaria mais do que acostumado às diferenças. A cultura em mim é pouca, concordo, mas os meus olhos são sensíveis, e bastante. E muito. Tanto assim é que aquele peixe magnífico, fotografado com arte, aqui sim, Arte (com "A" maiúsculo, enorme) está com um ar tão triste que me doeu. A tristeza vêm-lhe no olhar. Não é a tristeza pela mediocridade da fotografia. Captou? Parece-me que não, ou talvez tenha eu, um português pouco claro. Por isso peço-lhe mil perdões. Que fique esclarecido que não lhe pedirei desculpa por não gostar da obra de J.V.


Agradeço-lhe, Senhor Pinheiro. O seu Expresso é muito bom e melhor ainda por permitir a entrada de cultos e incultos.