20.10.12

A FESTA PORTUGUESA

Com uma perda de rendimento médio de 10% em 2012 e um orçamento de Estado para 2013 que aumenta os impostos em  mais 7% em média; com um desemprego galopante e dois milhões de portugueses abaixo do limiar da pobreza; com uma indústria sem mercado e um comércio em falência; com uma estagnação económica e uma recessão persistente, Portugal aproxima-se rapidamente do abismo. Pagamos impostos para pagar os juros da festa europeia. Uma Europa que entrou para garantir a paz e que se arrisca a fazer a guerra. Nunca nos disseram que era impossível cumprir o mesmo défice que a Alemanha. Nunca percebemos que o euro nos faria abdicar da desvalorização da moeda. Nunca nos  explicaram que a moeda europeia ia ser mais forte que o dólar. Nunca nos disseram que era impossível resolver o défice externo e, ao mesmo tempo, cumprir as metas do défice público. A espiral recessiva instalou-se. A "fadiga fiscal" atira as famílias para o desemprego e para a emigração. Os descontos e os impostos são a única receita de um governo de loucos, capitaneado por um bando de terroristas económicos. Uns não sabem o que fazem, os outros sabem bem demais. A falta solidariedade europeia é repugnante. Os países do norte financiam-se com a crise do sul. A coligação que nos governa estilhaçou-se em pouco mais de um ano. Gente sem qualquer sentido de estado que se encarniça a chafurdar nos restos do tacho. Os jovens quadros emigram. Em breve Portugal será apenas um país de velhos e de políticos caducos agarrados a uma bandeira invertida e a um hino sem voz.

9 comments:

Eduardo P.L said...

Lamentável em todos os sentidos.

João Menéres said...

Que esta crónica não seja lida com todas as letras por responsáveis governamentais ( e não só ! ) e, daqui a menos de um ano, o Jorge fez por antecipação o RETRATO de Portugal.

Não lhe dêm atenção , depois, não se lamuriem !...

Fatyly said...

Subscrevo inteiramente e no meio disto tudo continuam a nomear assessores para ainda raparem mais o tacho e agora com "erros crassos nas contas do OE2013 em dois Ministérios sendo que um deles é mesmo no da Economia."

Desolador, terrível e assustador o cenário que estes "*****" nos impuseram para 2013...que já se começou a acentuar...e ver partir embora sabendo que vão com emprego garantido...é doloroso!!!!




João Menéres said...

O que acho mesmo DIVERTIDO é estarem TODOS a OLHAR FIXAMENTE para a Bandeira !...
Para que todos têm vários acessores nos seus gabinetes ?
O António Costa prontamente pediu desculpa. Mas sabemos que culpa não lhe cabe pessoalmente.

daga said...

mete nojo todo esse "chafurdar"... que tristeza tão triste...

Fatyly said...

Publiquei este teu post, salvaguardando os direitos de autor:)



PS: e notícias da Sofia? e da outra princesa? Que esteja tudo bem:)

expressodalinha said...

Está tudo bem. A Sofia é linda. Vou vê-la amanhã (ainda não a vi) a Vila Real.

Paulo said...

Que coro de lamurias!Coitadinhos de nós que fomos enganados: isto é o que ouvimos e lemos diariamente na comunicação social sinceramente esperava outra coisa de alguém que é especialista em escrita criativa e que acaba de ser avô.É esta a mensagem de boas vindas para a neta? Não há imaginação para ver o outro lado da coisa, ou estamos já com os pés para a cova?

expressodalinha said...

É um post para reagir. Com este filme não vamos lá.