1.10.12

MANIFS IBÉRICAS


19 comments:

myra said...

o mundo (quasi) inteiro està manifestando!!!! espero que sirva para algo!!! tremenda situaçao...no FB. coloquei algumas coisas..sobre a situaçao mundial..

Eduardo P.L said...

Os espanhóis são mais "violentos" por natureza. Foi assim na colonização, não seria diferente agora.

xunandinha said...

Não há dúvida nenhuma que os Espanhois são mais violentos,até para dar uma pequena informação não são amaveis

Anonymous said...

Chama-se a isto "puxar a brasa à sua sardinha". E, desde quando, uma única fotografia, neste caso duas, pode medir o grau de "violência" ou de "brandura" de um país, de um povo ou mesmo de um governo? Este comentador acima merecia ter passado, em tempos idos, uns anitos em Caxias, ou ter sido um negro em Angola ou Moçambique, por ex., para, então, poder avaliar a "delicadeza" e "bondade" portuguesas. Nada de generalizações, por obséquio. Irritam-me profundamente estes "améns" e estas "bocas foleiras" atiradas ao ar sem conhecimento algunm.

E já que tanto se falou aqui em Cabo Verde, não esquecer Tarrafal, o marco da grande suavidade lusa.

Fatyly said...

Todos os povos têm "bom e mau, mais violento ou menos" e na foto da Espanha precisava de saber o que estava por detrás desta imagem...como todos lemos e soubemos o que esteve por detrás da imagem portuguesa.

Generalizar é péssimo...porque no Estado Novo a PIDE era branda? todos os povos têm "rabo de palha"!

Silvares said...

A verdade é que "uma imagem vale mais que mil palavras" e a gente tem muita tendência a enfiar as coisas pelos olhos dentro e a ver, mais do que a pensar. O "anónimo" que deixou o comentário aí acima tem razão mas também não tem... o que não admira. O facto de os portugueses serem menos violentos que os espanhóis não significa que não sejam violentos. Significa isso mesmo, que são menos violentos que os espanhóis mas, eventualmente, mais violentos que outros quaisquer. Anjinhos só no Céu. E é preciso procurá-los.

peri s.c. said...

De fato, importante saber em qual contexto foram feitas as fotos.

Mas , a portuguesa, que "gata", não merecia um safanão. Nota-se o policial com olhar quase enternecido.

Anonymous said...

à "gata" beijos, à feiosa, porrada.

que injusto este mundo!

Fatyly said...

peri s.c

http://www.rtp.pt/icmblogs/rtp/pros-contras/?2-parte-do-Pros-e-Contras-de-2012-10-01.rtp&post=41730

neste link poderás ver a partir do 18,05m o que originou a foto portuguesa, quer pelo fotógrafo da mesma, quer pela jovem...longe de imaginarem o impacto que teve. Mais é uma estudante que pela crise actual no país, não consegue custear o curso superior e como milhares...procura um trabalho para...

Desejo que vejas porque merece a pena!

Da espanhola...não faço a mínima ideia!

Eduardo P.L said...

O anônimo que como TODO anônimo não merece respeito, tão pouco resposta, teve uma a altura com o comentário preciso do Rui Silvares.
Espanhóis são sim mais VIOLENTOS que os PORTUGUESES, o que não quer dizer que estes não saibam usar a violência. As duas imagens são simbólicas. Os comentários anônimos abomináveis, e quanto a isso cabe generalização.

Anonymous said...

Pela violência e arrogância no comentário tudo leva a acreditar que os brasileiros são mesmo de uma violência extrema, disfarçada que é pelo Carnaval, Samba e Futebol ...

É só ler os jornal da Terra de Vera Cruz ....

Aliás, se eles não respeitam quem tem nome, como poderiam respeitar quem não o tem?

Anonymous said...

A violência dos brasileiros é herança. De quem, de quem?
Não têm culpa de nada. Tivessem sido eles colonizados pelos hermanos e seriam todos uns anjos.

Diria ainda que herdaram também dos lusos um talento extraordinário para a roubalheira, para a corrupção, para a trafulhice, para a vigarice e para o desrespeito. Não se pode escapar às heranças, amigos, vêm na veia.

Fatyly said...

Pessoal,

não teremos nós problemas demais para haver esta troca de galhardetes em forma de palavras? Não sejam assim há bom e mau em todos os povos e tenham calma, façam deste espaço um local de "troca de ideias construtivas e não destrutivas"...porque já basta esbarrarmos em coisas sérias - FORA DESTA TELA - como o desemprego, a fome, a ladroagem política e não só etc, etc. etc...... e desculpem o que acabo de escrever mas foi com respeito e sinceridade!

Eduardo P.L said...

Fatyly,

longe de mim tornar este espaço um lugar de troca de desaforos ou desrespeito. Me nego a debater com quem não mostra a cara, e do alto do seu anonimato pretende ditar normas e regras não estando minimamente apto a isso. O certo é que todos os nossos vizinhos colonizados pelos espanhóis realmente herdaram esse caráter belicoso e violento dos espanhóis. Nós brasileiros herdamos com muito orgulho certos dons de nosso colonizador, entre eles o da aceitação dos negros como humanos e gente como a gente. Foi dessa miscigenação que resultou um povo alegre,criativo e pacífico.
Quanto aos outros tópicos que nada tem a ver com este debate, tais como pobreza, carnaval, miséria, ladroagem, falta de caráter,vigarice, desemprego, vamos deixar para outra oportunidade e discutir causas e efeitos separadamente.
Faz bem o Jorge em aproveitar a vida viajando, enquanto nós temos que tolerar anônimos.

Anonymous said...

Da fotografia nao se pode concluir como e obvio, da violencia relativa dos dois povos.
Mas gosto muito da imagem, a miuda e bonita, e mostra bem a maneira diferente da mulher se impor.
Ainda por cima e estudante de artes, e esta a repetir o 12 ano por causa da geometria descritiva, o que so reforca o aspeto humanista de toda a situacao.

Anonymous said...

Este deve odiar os indigentes do Brasil (e do Mundo) que sequer têm uma identidade, um registro de nascimento e inscrição no Ministério da Fazenda. Perfeitos anônimos. Sem nome, e tudo o que possuem é NADA. Porém, são tão humanos como aqueles que têm um nomezinho a zelar, registrado na Rede Mundial. Sofrem, sentem dor, frio, fome ... mas são anônimos ... Por pensamento idêntico ao deste não-anônimo, muitos deles são queimados vivos nas praças públicas por onde vagueiam e dormem, ao relento, por outros "iguais" que não foram colonizados por espanhóis e que, portanto, são dóceis e pacíficos. Modos diferentes de se pensar e de se analisarem situações.

Li Ferreira Nhan said...

A violência é própria raça humana.

Quer saber? As duas imagens são tristes!
E ninguém fez melhor.
Oxalá consigam fazer daqui pra frente.
Desejo muito mesmo que consigam sair deste enorme buraco.

Li Ferreira Nhan said...

é propria "da"

zamotanaiv said...

E digo mesmo mais:
As imagens, são ambas violentas.