25.3.13

A MORTE DA LAMPREIA - I



As lampreias são ciclóstomos de água doce com forma de enguias, mas sem maxilas. A boca está transformada numa ventosa circular com o próprio diâmetro do corpo, reforçada por um anel de cartilagem e armada com uma língua-raspadora igualmente cartilaginosa. As lampreias possuem no topo da cabeça um "olho pineal" translúcido e, à frente, uma única "narina".
Algumas espécies de lampreias são usadas como alimento. No sul da Europa, sobretudo em Portugal, Espanha e França, a lampreia é tida por iguaria requintada, sendo vendida nos restaurantes a preços muito elevados. Em Portugal, a lampreia é comida sobretudo em arroz de lampreia, com uma confecção próxima da cabidela, e à bordalesa, um guisado normalmente acompanhado de arroz. Em Portugal, a lampreia é comida de finais de Janeiro a meados de Abril.

7 comments:

João Menéres said...

Quanto detalhe !...
Que iluminação !...

myra said...

detesto...e ate a foto me enche de nervos:(

expressodalinha said...

Myra: lamento, mas vai haver mais.

Li Ferreira Nhan said...

Estou com a Myra; me enche de nervos.

expressodalinha said...

Isso passa :))

daga said...

coitada... por que não a deixam viver?

Maria de Fátima said...

esta descrição lembra-me os textos dos livros de Ciências do meu liceu :)