23.3.13

ANTES E DEPOIS


Os salmonetes existem em toda a costa portuguesa, principalmente nas zonas de estuário. Mas é na penísula de Setúbal que, por razões várias (desde a alimentação, às corrente e à temperatura da água), eles adquirem mais gosto. Estes salmonetes nada têm a ver com os de outras latitudes (água quente) que pouco mais são do que carapaus. Claro que tudo isto é quase canibalismo. Mas se abstrairmos desse "pequeno" detalhe, este é um peixe para verdadeiros gourmets. A melhor altura é no final de Setembro. Mas até Março/Abril ainda são bons. No Verão não vale a pena. Devem ser grelhados sem qualquer amanho (com as escamas e as vísceras). Assim, o calor das brasas não seca a carne e a gordura mantém-se intacta no interior do peixe (quem escama o peixe para o grelhar, estraga o peixe, seja ele qual fôr). Depois, quando se come, deve-se espalhar o fígado pelo peixe. O sabor fica verdadeiramente exótico. Ah, e para os verdadeiramente apreciadores, é essencial comer a pele bem estaladiça. E até as espinhas marcham. Só fica a central. Bom proveito.

7 comments:

Eduardo P.L. said...

Bom apetite.

Fatyly said...

Humm até que marchavam já:)

Mena G said...

Por aqui o preço deles é que é gourmet! É de os olhar na banca e comprar uns carapauzinhos... Estes têm a pele uma bocadinho chamuscada para o meu gosto. De resto, é dos meus peixes favoritos depois da sardinha.

daga said...

muito gostas tu de comida :))

João Menéres said...

Sempre a embalar !,Jorge...

Luísa said...

E o antes do antes?
São cor da prata com arco-íris pintado nas barbatanas?
Hummmmmmmmmmmm!
Foi bom o apetite!Está visto!

expressodalinha said...

O preço é verdadeiramente gourmet.