26.3.14

MADEIRA - JARDIM BOTÂNICO

A primeira vez que se mencionou a possibilidade de criar um organismo botânico na Madeira ocorreu em Maio de 1798, através de um documento que João Francisco de Oliveira havia enviado a Domingos Vandelli, director do Real Jardim Botânico de Lisboa, intitulado Apontamentos para se estabelecer na Ilha da Madeira hum viveiro de plantas e huma Inspecção sobre a Agricultura da mesma Ilha. Durante o século XIX vários cientistas e técnicos afectos à Botânica, tais como o naturalista alemão J.R. Theodor Vogel em 1841, o botânico austríaco Friedrich Welwitsch em 1852 e o naturalista barão Castello de Paiva em 1855, reforçaram a necessidade de ser criado um jardim botânico na ilha da Madeira, atendendo às suas condições climatéricas, importância botânica e potencialidades florísticas. Em Abril de 1950, a primeira Conferência da Liga para a Protecção da Natureza, realizada no Funchal, culminava com um parecer que seria um importante impulso para a criação de um jardim botânico na ilha. Foi durante a presidência de António Teixeira de Sousa, iniciada em 1951, que a Junta Geral adquiriu a Quinta do Bom Sucesso com a finalidade de albergar o Jardim Botânico. Fundado pelo engenheiro Rui Vieira, o Jardim Botânico da Madeira foi inaugurado a 30 de Abril de 1960. Ao longo dos tempos o Jardim Botânico foi crescendo em área, começando com uma superfície de pouco mais de 10 hectares até aos actuais 80 hectares, através da aquisição de terrenos confinantes a este. Actualmente o Jardim Botânico da Madeira é propriedade do Governo Regional.

5 comments:

João Menéres said...

Importantes e curiosos pormenores nos conta !

Li Ferreira Nhan said...

Um jardim Botânico com vista p/ o mar. Eh, beleza!!!
O bom hábito da criação de Jardins Botânicos! Sem dúvida vcs portugueses o possuem!
Aqui nos deixaram o Jardim Botânico do Rio de Janeiro (obra de D. João VI em 1808). Imagina se ele não existisse? Certamente aquela maravilha teria sido ocupada sabe-se lá por quem.

Jorge Pinheiro said...

Tem vista para o mar muito cá de cima. A Madeira é uma vertigem completa.

Eduardo P.L. said...

Um jardim dentro do jardim chamado Madeira...

daga said...

deve ser realmente um espectáculo!