3.4.14

SETE ANOS DE BLOGUE

Sou um grifo planante. Voo na corrente inconsciente na espiral do prazer. Deslizo na voragem do destino. Atravesso o vento contra o tempo nas asas do desejo. Subo alto na emoção. Caio na vertigem. Percorro o infinito. Pairo no horizonte sem fim. Sou ágil, sou leve, sou livre, sou o quiser. Domino o ar. Sou dono do vento. Sou um grifo vibrante. Vivo na angústia planante nas arribas do Douro.

8 comments:

João Menéres said...

Bela definição, Jorge !
Biso as felicitações (estas mais visíveis...) para que no futuro vá refinando esses voos com o vento que é seu.

Um forte abraço.

Elvira Carvalho said...

Apesar de ter chegado há pouco tempo não me admiram os sete anos. Tudo o que tem qualidade dura sempre muito.
Um abraço

Fatyly said...

Tal e qual e mais palavras para quê? Parabéns!

Li Ferreira Nhan said...

Voltei 7.
E o voo está lá.
Melhor, partiu!
Muito passou, voou , ficou.
Bom que tudo fica escrito, gravado, arquivado nessa rede mundial virtual.
O teu texto voa, flui, ultrapassa como a própria web.
Parabéns e continua; isso aqui é para os bons, para os craques.

myra said...

e alem do mais e genial e meu grande amgigo...nao esqueca:)

daga said...

Parabéns :D
é preciso muita força, tenacidade, paciência e, claro,jeito imenso para fotografar e escrever!!
Obrigada por não desistires!
beijo

Jorge Pinheiro said...

Obrigado a todos pela preferência.

Eduardo P.L. said...

Jorge, pelos motivos que você sabe, andei impossibilitado de cumprimentá-lo antes. Parabéns. Cheguei a pensar que minha febre tivesse me feito entender que o texto se referia ao blog do João. Delírios. Parabéns atrasados.