29.1.15

STRANGE DAYS

A Europa está  confusa. A vitória do Siriza na Grécia; o movimento anárquico Podemos, em Espanha; a extrema-direita a ganhar posição na França; o Reino-Unido indeciso no abandono da União; o BCE a  fazer dinheiro para evitar a deflacção; a Ukrânia à beira da guerra; a Rússia a tentar tomar posição na Europa... A solidariedade não funciona. Não há mecanismos de recuo. Não há consensos estratégicos. A política em vez de ter caminhado para o centro, deslocou-se para os extremos. O aparelho de Bruxelas não consegue acompanhar a evolução do descontentamento popular. Estamos já em ritmo de "aguenta". Perdeu-se uma oportunidade histórica de unir a Europa. Os avisos eram evidentes. Os governos preferiram meter a cabeça na areia e avançar para trás. A burocracia e os interesses primários ganharam. Quem tiver uma leira, regresse à couve galega.

9 comments:

Fatyly said...

Como descreves tão bem, mas tão bem O CANCRO desta (des)União Europeia.
Gostaria muito de saber escrever como tu, mas impossível!

Não tenho "leira" e só posso regressar ao capim:)

Li Ferreira Nhan said...

Pois fui ao dicionário para compreender a tua última frase!
Adoro as expressões que vocês usam! :))

João Menéres said...

Pois, FATYLY...

Paulo said...

Ainda só andamos a tentar unir a Europa há 2000 anos, não é muito tempo se pensarmos que andamos por aqui há já 100.000.

Eduardo P.L. said...

Jorge, os Gregos não querem pagar o que contrataram. Quem emprestou vai querer receber. A velha história de sempre. Assim caminha a humanidade. Muito complicado colocar na mesma cama pessoas de nível econômico e cultural diferentes. O casamento dura pouco.

daga said...

sempre achei difícil "unir a Europa"... qual é o Francês ou o Alemão ou o Inglês que se sente primeiro Europeu e só depois Francês, Alemão ou Inglês - isso é uma utopia. Os povos não gostam de perder a soberania.

Silvares said...

Couve galega, couve troncha, talvez couve de Bruxelas e, last but not the least, a bela couve portuguesa. Vamos ficar verdes de comer tanta couve!

Jorge Pinheiro said...

E eu que me faz gases tanta couve...

Li Ferreira Nhan said...

Vâo sin; verdes e flatulentos ;sao mesmo strangr days!