10.7.15

A BELEZA DO CABO

Há quem meta cabo só para meter. No Porto mete-se por arte. Como seriam monótonas estas portadas "art nouveau". O modernismo do cabo à solta dá um ar de Serralves, vagamente surreal, ligeiramente abstracto, totalmente dadaísta.

4 comments:

João Menéres said...

Quem vê isto, tem todo o direito de pensar que no Porto não há CULTURA !
Além disso, ainda temos as caixotas de uma empresa de segurança...
Lamentável.

Obrigado, Jorge, por DENUNCIAR PUBLICAMENTE estes atentados à Arte e à Invicta!

Eduardo P.L. said...

Todos sabemos, caro João, que o Porto tem arte, e a moderna também tem seu valor e seu contexto.

Li Ferreira Nhan said...

Excelente trabalho em ferro fundido.
Certamente quando o espanhol, o tal Vincent, andava por ali, não havia tantos cabos...

João Menéres said...

Agora, até as montras são uma boa trampa !
( que me desculpem os espíritos mais puritanos...)