14.7.15

PORTO - RIBEIRA

A zona ribeirinha do Porto está infestada de vendedores ambulantes. Todo o espaço entre a Ribeira e o Douro é uma feira de mau gosto que impede a passagem, estraga a fotografia e não acrescenta qualquer valor. Uma das paisagens mais bonitas de Portugal está entregue a barracas de bugigangas: canecas, porta-chaves, camisolas e bonés, artesanato do Senegal e canivetes Suíços. Esta fotografia não é fácil de fazer. Em baixo é só poluição ambulante. A Câmara do Porto deve tirar receitas das licenças, mas o custo de imagem é incalculável. Este problema não é só do Porto, mas aqui assume um nível escandaloso.

3 comments:

João Menéres said...

Não vou desmentir...

Li Ferreira Nhan said...

Verdade que esse comércio estraga qualquer paisagem. Praias, calçadas, meio de avenidas , fica tudo poluído.
A proliferação deste comércio informal é mais outro reflexo da crise econômica.

A foto ficou ótima!

Eduardo P.L. said...

Tens razão. Esse comércio infesta as paisagens urbanas de todas as grandes cidades.