26.12.16

COMIGO MESMO - XIX

O meu pai nasceu a 31 de Julho de 1921. A minha mãe a 21 de Maio de 1920. São ambos de Bragança. Aliás toda a minha família é de Bragança. Andaram ambos na mesma turma do Liceu Emídio Garcia. Em 1939 o meu pai veio para Lisboa frequentar primeiro a Faculdade de Ciências. Mas dois anos depois, em 1941, ingressou na Escola do Exército. A minha mãe, depois do liceu, foi para o Porto, inicialmente queria ir para Engenharia Química, mas por um acidente de percurso acabou por entrar em Farmácia. Reencontraram-se em Bragança num período de férias. O namoro começou e intensificou-se por cartas entre Lisboa e Porto. Noémia Augusta Ferreira e João António Pinheiro casaram a 5 de Outubro de 1947, às 7 horas da manhã. O casamento canónico foi na Igreja de Santa Clara, em Bragança, e foi celebrado pelo bispo de Bragança, D. Abílio Vaz das Neves. Há uma confusão no assento do registo civil, onde se diz que o casamento foi a 7 de Outubro. Não foi. Foi mesmo a 5 de Outubro, dia da implantação da República.

4 comments:

João Menéres said...

SETE DA MANHÃ ?
Há-de haver uma explicação e eu fico cheio de curiosidade !

Jorge Pinheiro said...

Devia ser pressa :))

João Menéres said...

Ah...

Eduardo P.L. said...

Sempre há confusão nos assentos do registro civil. Faz parte...