21.2.11

AS VELAS DE MUCURIPE



7 comments:

Anonymous said...

"As velas de Mucuripe,
vão sair para pescar
Vou levar as minhas mágoas
p'rás águas fundas do mar

Hoje à noite namorar,
sem ter medo da saudade
sem vontade de casar.

Calça nova de riscado
Paletó de linho branco
que até o mês passado
lá no campo inda era flor

Sob o meu chapeu quebrado
o sorriso ingenuo e franco
de um rapaz novo encantado
com vinte anos de amor

Aquela estrela é bela
vida, vento, vela, leva-me
d'aqui"

Belchior e Fagner

ORTEGA

expressodalinha said...

Bem lembrado. Passei o tempo todo com essa letra na cabeça. Essa e "Só Deixo Meu Cariri".

Li said...

tb vim com as Velas do Mucuripe na ponta da língua... É linda!
Que fotos!
Tão só poesia!

Jorge,
não lembrou da Súplica Cearense?
;)
http://www.youtube.com/watch?v=ni4MKExLo1A

(tenho uma paixão antiga pelo Fagner)

Maria de Fátima said...

deve ser uma imagem distinta do que se viu antes e deve compulsar(?!!!) a fotos que tu consegues...belíssimas!
(ando babada nestas tuas crónicas ou é mesmo só inveja?!)

expressodalinha said...

Maria de Fátima: ainda bem que estás a gostar. Inveja só se fôr de não teres ido. Agradecido.

expressodalinha said...

Li: não sei se conheço. Vou ver. Tb ouvíamos muito Fagner por cá. No meu caso sem paixão :)

Helena Oneto said...

Que lindo bailado à tona d'agua!
Magnificas fotos, magnifico album de férias!