23.3.11

PAREDE - I

Desde o princípio do século que a zona da Parede era um destino obrigatório para o tratamento pela luz solar. O efeito daquele micro clima seco e, simultaneamente, marítimo, combinado com o iodo das algas, tinha granjeado à Parede fama internacional. Em 1902 inaugurava, nas instalações do antigo Forte de São Domingos de Rana, o Sanatório Marítimo de Carcavelos, hoje Sanatório Doutor José de Almeida. Em 1904 fora a vez do Sanatório de Santanna, hoje entregue à Santa Casa da Misericórdia. A Parede era, então, uma freguesia de São Domingos de Rana. População dispersa de lavradores, canteiros e pescadores. Escassas propriedades rústicas. Uma terra ainda calcinada de vinhedos dizimados pela filoxera que atacara nos finais do século XIX.
Na foto, o Sanatório de Santanna, inaugurado em 1904.

4 comments:

Li Ferreira Nhan said...

imagem de postal!

expressodalinha said...

Obrigado Li.

daga said...

mas que foto monumental :)) passo todos os dias por lá e nunca vi nada tão belo! Devo estar cega ou melhor (pior;) não olho com olhos de artista...
beijos

expressodalinha said...

É a pressa e o automóvel. A pé é que é bom.