24.3.11

PAREDE - CINEMA PARQUE OCEANO


Fomos aos nossos arquivos e encontrámos. Na rua Domingos José de Morais, o écrã panorâmico do cinema ao ar livre Parque Oceano que ali funcionou. As aberturas visíveis, em baixo, destinavam-se aos autifalantes. Aplicava-se uma tela por cima quando se exibia um filme. Obtivémos também a confissão de dois jovens inconscientes que conspurcaram o quadro com aquelas "bocas" utópico-surrealistas. Vejam o 10º comentário ao meu post "Ouça um bom conselho": "Hehe! Fui eu e o Lucas Malucas que pintámos isto! Segundo uma frase de uma amiga dele. Não fossemos nós da Parede, talvez não tivéssemos o vício de nela pintar. Hehe! Abraço. Tomás." De forma absolutamente acidental está descoberto um mistério que muito me atormentava. E conhecendo os dois "Osgas", atrevo-me a sugerir: escrevam mais.

7 comments:

zamotanaiv said...

Muito antes de pintarmos a tela, andávamos de volta da casa atraz desta e pela cabine de projecção que já foi mandada abaixo.
Imaginavamos sempre uma maneira de ocupar aquilo.

Às tantas já lá morava um romeno pintor nas obras...

Agora, há histórias muito engraçadas sobre todo este quarteirão e ainda a acontecer!

Como por exemplo a aquisição e demolição do horrivel pavilhão do parede futebol clube por um banco de forma a expandir o seu complexo de lares para reformados quarteirão acima transformando estes terrenos verdes em obras moderníssimas de arquitectura expansiva impessoal e desurbanísticóantissociais.

deixei me ir Jorge.

Para a próxima é na parede

Sobre todo o surf localista da Parede:
http://tubus-eternus.blogspot.com/

Eduardo P.L said...

Maravilha! Continuem! Queremos mais!

expressodalinha said...

Tomás: O Banco é o Montepio. Podes continuar a pintar. Fica bem. O quarteirão está desocupado há anos. Vou ver o blog do surf. Abraço.

expressodalinha said...

Eduardo: juro que não sabia.

expressodalinha said...

Eduardo: juro que não sabia.

zamotanaiv said...

Nós contimuamos a pintar sim senhores!
As frases utópico-surrealistas vem sempre mais do lado do Lucas.
Agora andamos numa de desenhos figurativos com spray à mão levantada (técnica muito difícil) depois de fazermos muitos stencils.

Aqui fica um registo.

http://cortiche.blogspot.com/2010/12/skatada-noitada.html

Ah, não sei bem porquê mas a figura da guitarra faz me lembrar o seu filho João.
As janelas fui eu e a porta foi o Lucas...

expressodalinha said...

Vou ver...