1.8.11

CARNE DE PORCO À ALENTEJANA

Parece estranho, mas não é. Uma combinação inesperada. Um ex-libris da cozinha mundial. Carne porco com ameijôas. Como foram as ameijôas parar ao interior alentejano, é para mim uma incógnita. A não perder. 

7 comments:

João Menéres said...

Foi um grifo que as levou...

expressodalinha said...

Só pode.

Anonymous said...

Contaram-me um dia que em época de grande crise (II GUerra Mundial?) e à falta de coisa melhor os porcos alentejanos foram alimentados com farinha de peixe, coisa que deu à carne um sabor estranho. A ameijoa foi introduzida no prato de forma a torná-la comestível.
Não sei se isto é verdade mas se de facto em épocas de crise se inova a gastronomia, estou para ver as receitas espectaculares dos próximos tempos...
Mena

Eduardo P.L said...

Coisas dos tempos de guerra!!!

expressodalinha said...

Será? Vou averiguar.

JVC said...

Os alentejanos que não fiquem desgostosos, porque têm muito mais excelente cozinha do que esta carne que não é alentejana. De alentejano típico é o tempero prévio com alho, sal, louro e massa de pimentão. è esta carne temperada e frita que se usa por todo o Alentejo, por exemplo acompanhada com migas variadas.

A carne com amêijoas é tradicional do interior algarvio e foi transplantada para o Alentejo, não sei como. lembremo-nos, por exemplo, de que durante toda a primeira metade do séc XX, Monte Gordo e as praias daquela banda eram monopolizadas por famílias ricas alentejanas, talvez com os seus cozinheiros. Mas estou a especular.

Também um especialista como nAlfredo Saramago nunca tirou uma conclusão segura sobre este prato.

Mas não interessa. As coisas são como são e, pese aos algarvios, o prato é hoje ex-libris alentejano.

expressodalinha said...

Obrigado pelo esclarecimento, JVC.