10.2.12

HISTÓRIA DE MACAU - XVIII

Em Novembro de 1966, um grupo de residentes chineses da ilha da Taipa tentou obter uma licença para a construção (ou reconstrução) de uma escola de feição comunista. Na impossibilidade de obter a licença, começaram ilegalmente a edificação. Rui Andrade, o administrador interino das Ilhas saiu de casa. Passou pela escola. Insurgiu-se contra a construção. Resolveu intervir. Apelou à autoridade. E eis como um homem fraco pode fazer história, da pior forma. A 15 de Novembro, a Polícia prendeu, de forma violenta, os responsáveis pela iniciativa, os operários de construção, residentes e jornalistas. Foi, obviamente, uma precipitação. Até porque o pedido de licença estava parado numa qualquer gaveta de um qualquer burocrata. Mais, a brutalidade da intervenção foi, manifestamente, desproporcionada, quando era o diálogo e a diplomacia que se exigiam. O 2º Comandante da PSP, Vaz Antunes, que estava presente durante o incidente, assim não entendeu. A arrogância imperou. A imprensa chinesa, em especial o jornal Ou Mun, e as associações comunistas atacaram em força. De repente, a revolução cultural entrou em Macau. A partir daí, os chineses tiveram necessidade de se manifestar. De provar a Mao Tsé-tung que eram patriotas.

8 comments:

Li Ferreira Nhan said...

Venho aqui e novamente foto desse defunto horroroso cercado de mortos vivos.
Vou ao Varal do Edu, fotos e fotos de mulher pelada.
Vamos combinar que variar é bom.
Não é não?
;D
beijos

João Menéres said...

LI

Por isso é que tenho mais comentários lá no GRIFO ?

Um beijo.

expressodalinha said...

João: como sabe, não gosto de concursos. Acho óptimo que tenha mais comentários.

expressodalinha said...

Li: não sei se já reparou, mas estou atentar contar a história de Macau :))

Li Ferreira Nhan said...

Claro que já reparei Jorge.
E venho acompanhando.

Mas não gosto mesmo da figura desse fantasma.
E vc já o colocou aqui por 3 vezes na última semana.
Só isso!
rsrsrs

expressodalinha said...

Pronto... amanhã já varia :))

Li Ferreira Nhan said...

João,
vc tem mais comentários no Grifo por um milhão de motivos! E nem vou nomea-los.
Não quero causar nenhum tipo de suscetibilidade.
;))
Um beijo grande querido

Li Ferreira Nhan said...

Oba!
;))