27.2.12

TOMAR - I

A História de Tomar está intimamente ligada à Ordem dos Templários. A vila desenvolveu-se no sopé do morro onde o Grão-Mestre da Ordem, Gualdim Pais, fundou um castelo em 1160. O principal monumento de Tomar é composto pelo Castelo e pelo Convento de Cristo, edificados sobre a colina que domina a cidade(o parque tem 45 hectares). Do castelo primitivo (século XII), restam actualmente as muralhas que outrora cercavam a fortaleza e a alcáçova com a sua torre de menagem, bem como o templo de plano circular e o altar-mor no centro de uma capela octogonal (a "Charola") , segundo o estilo românico em rotunda tão apreciado pelos templários e baseado no Templo da Rocha, em Jerusalém. Após a extinção da Ordem dos Templários (1312), foi criada em Portugal a Ordem de Cristo para a substituir e a integrar. Esta Ordem viria a ser decisiva nos Descobrimentos Portugueses, havendo quem lhe atribua o papel de motor e principal financiador das descobertas. A sede da Ordem era em Tomar. Entre 1430 e 1460, o Infante D. Henrique (então governador da Ordem), acrescentou à construção inicial os clautros góticos do Cemitério e das Lavagens. D. Manuel I mandou construir nova igreja (arquitectura tardo-gótica), profusa e exoberantemente decorada. Nestas obras se inclui a "Sala do Capítulo" e as famosa janelas ornadas de símbolos que remetem para a celebração do poder imperial manuelino. Tomar é uma ciadade templária. Cada pedra tem história e tudo é simbólico.

8 comments:

João Menéres said...

Muito esclarcedor para quem ler !
É uma cidade muito interessante para ser visitada.
De quatro em quatro anos, realiza-se a FESTA DOS TABULEIROS.
Convém fazer a reserva no Hotel com meses de antecedência !!!

Estejam atentos à próxima realização ( julgo que será em 2015...).

expressodalinha said...

Exacto. Estive lá em 2011.

João Menéres said...

Obrigado por me avivar a memória !
O tempo voa para mim.

Em dez dias perdi dois amigos...
Um, tinha passado um Domingo inteiro aqui em casa há 5 semanas eà despedida disse que tinha sido o seu último DIA FELIZ...
O outro, um britânico casado com uma prima direita muito querida...

É por isso que tenho sempre pressa, Jorge...

expressodalinha said...

Há quem diga: "vai devagar que tenho pessa". Porque será?

Li Ferreira Nhan said...

Inesquecível!
Conheci Tomar em 2007 e vi as tais moças com aqueles tabuleiros imensos e altos equilibrando s/ a cabeça. Treinavam pela cidade com seu pares.
Havia em uma esquina um relógio de sol com a seguinte mensagem " NE VIATOR ABERRET ".
Não me perdi; em Tomar dos templários me encontrei.

daga said...

Há muitos anos que não vou a Tomar, passava os dias a remar no rio com a Luisa... dp já não me apeteceu mais lá ir e, por isso, escapou-me toda esta história interessante dos Templários.

expressodalinha said...

Graça: mas era de férias que ias lá? Ou o teu pai esteve lá colocado?

daga said...

o meu pai esteve lá colocado um ano como comandante do quartel ou lá o que era, mas eu e a Luisa só iamos nas nossas férias por estarmos na Escola Alemã e não haver equivalências...