4.7.12

AMÊIJOAS - PRAIA DO CAMILO

Ainda tentámos salvá-las. A maré estava brava. Chamámos ambulâncias, bombeiros, emergência médica... O estado post-mortem foi declarado já na frigideira. O limão assistiu a tudo. Cúmplices fomos todos. A frescura dos cadáveres era ímpar. Cada vez estou mais canibal.

12 comments:

João Menéres said...

Só não chamaram o heli do INEM !
Claro, sabiam que vinha logo...

Silvares said...

Essa tua máquina anda a fazer imagens bem interessantes. Mesmo quando regista traços evidentes de necrofagia...

Fatyly said...

Uiiiiiiiiiiii que comia já:):):):)as amêijoas é claro:):):)

Mas tão pouquinhas? esse Camilo deve ser forreta:)

expressodalinha said...

Rui: vamos comendo o que fotografamos.

expressodalinha said...

Forreta é o termo. Mas excelentes.

Mena G said...

Há bichos melhores mas também comia... :D

António P. said...

És um provocador, Jorge.
Vá, porta-te mal e um abraço

Li Ferreira Nhan said...

Fatyly!
"Forreta"! Por aqui não é comum, mas minha mãe tb diz assim...
:))

Eduardo P.L said...

Além de grandes quitutes estas fotografando à perfeição!

expressodalinha said...

O pior é que estou com uma avaria na câmera.

Eduardo P.L said...

Jorge, não se percebe!

expressodalinha said...

FOI DEPOIS DESTAS FOTOS...