25.1.13

MACAU - TURISTA OCIDENTAL - EPÍLOGO

Acabámos hoje a nossa viagem por Macau. As fotografias do Roberto Barbosa, tiradas em 1985, guiaram-nos num breve encontro com a História, numa viagem impressionista pelo exótico e desconhecido oriente. O que acabaram de ver, foram as fotografias expostas em Bruxelas (a 3 de Dezembro) e o texto que integra o respectivo catálogo. Estou em negociações para fazer uma exposição semelhante em Lisboa e outra em Macau. 
É muito estranho trabalhar com alguém que já morreu. Às vezes penso que se ele estivesse vivo nada disto seria possível. Ele era muito pouco dado a estas "mundanices". Não que fosse uma pessoa reservada ou tímida. Acho que era mais desinteressado. Alguém que não atribuía real valor ao que fazia. Que achava que era absolutamente normal. Que não merecia destaque. Sinto que, de certa forma, o estou eternizar em mim. E isso dá-me uma força extra. Quero aqui realçar o excelente trabalho do Carlos Costa, amigo e colega do Roberto no IADE, sem o qual nada disto teria sido possível.

Fotografia de José Maria T. da Rosa (1985).

14 comments:

Claire said...

Excelente trabalho Jorge! o teu e do Carlos.
Lembro-me da ida do Roberto a Macau e o Raul que tb foi, mas nunca tinha visto as fotos.

expressodalinha said...

Obrigado Claire. Se tudo correr bem, faremos uma exposição cá por Lisboa.

Li Ferreira Nhan said...

Obrigada por compartilhar Jorge.
Obrigada por nos mostrar o olhar do Roberto. Assim, de certa forma, ele continua vivo.
Tomara que a exposição chegue em Lisboa!

João Menéres said...

Se vir interesse nisso, poderei tentar uma galeria no quarteirão das Artes ! ( Rua Miguel Bombarda / Rua do Rosário ), onde tudo ACONTECE.
Há um ano e pico, teria outras facilidades...
As pessoas reformam-se, os que as substituem têm menos poder decisivo, as verbas não aparecem...
Mas na Galeria Santo António, acho que consigo.
Se não fôr nessa, pensarei noutra com a suficiente dignidade.

( Aqui, a fotografia é pequena, mas é o Roberto ? )

expressodalinha said...

João: estamos a falar aqui de Lx?
Sim, é o Roberto em Macau, 1985. Mal ele sabia onde as fotos vinham parar.

João Menéres said...

Do Porto, Jorge.

myra said...

seria fantastico continuar a expor esta obra fantastica de Roberto Barbosa!!!

expressodalinha said...

João: deixe ver como as coisas correm aqui. Estou a tentar a Fundação Oriente. Depois falamos. Obrigado.

Luísa said...

Excelente reportagem!
Partilhei com a minha diretora, pessoa fantástica, excelente ser humano, que este em Macau a trabalhar durante alguns anos.
Todas as postagens foram, para mim, uma aprendizagem. Algumas nem sabia comentar por falta de palavras!
PARABÉNS!
Beijinhos de sábado!

Luísa said...

ah!já esquecia!
Tenho a certeza que no dia em que o abdómen deste man dilatar, ele não entrará mais em casa!!!
ehehehehe
bjnhs

Fatyly said...

Obrigado Jorge pela partilha e se puder irei à de Lisboa, se a fizerem como é óbvio.

Normalmente os verdadeiros talentos como Roberto pensam e agem assim...e tu também tens essa forma de sentir e pensar com um lado humano e simplicidade que poucos conseguem ter. Nunca desistas!

Beijos

daga said...

danke für die Fotos und die Texte (não te zangues, estou a brincar, só para ser diferente ;) mas o agradecimento é igualmente sincero! adorei as fotos e os textos, espero que consigas a exposição em Lisboa!
küsse

João Menéres said...

Aguardemos, então...
Tudo que possa fazer para ajudar a trazer o saudoso
( até meu já é...) Roberto Barbosa ao Porto, não tenha dúvidas que será feito até à exaustão.

Um abraço.

expressodalinha said...

Obrigado a todos.