15.1.13

MACAU - TURISTA OCIDENTAL - XXVIII


À beira de se perder

Em 1966, Macau esteve à beira de se perder. A inexistência de um canal diplomático com a China potenciou o aparecimento de figuras importantes de Macau arvorando-se em intermediários. Portugal ficou dependente desses contactos. Para agravar a situação, foram toleradas em Macau actividades de associações e de agentes ligados ao governo nacionalista da Formosa.

5 comments:

João Menéres said...

Levei algum tempo até descobrir que as pálpebras estão semi-cerradas...
( Haverá uma sub-exposição que deveria ter sido corrigida. Não estou a dizer mal, Jorge ! ).

João Menéres said...

...até porque a imagem bem o merecia !

expressodalinha said...

Isto é um slide e está assim no original. A imagem vale pelo que é, mesmo com alguns defeitos técnicos. Acho eu...

João Menéres said...

As digitais equilibram as altas luzes. As analógicas não tinham essa tecnologia incorporada.

myra said...

seja o que for a fot e uma beleza!