23.5.13

VIDAGO PALACE - IV

A verdade é que não ficámos no Vidago Palace que é muito caro para tempos de crise. Fomos direitos a Chaves. São quase seiscentos quilómetros, a partir de Lisboa, o que em Portugal é muito. Chaves fica muito perto de Espanha. Uma zona que tanto podia ser nosso como deles. Ficámos no Forte de São Francisco. Uma fortaleza renovada para hotel, com qualidade e sossego. Depois foram três dias a conduzir de um lado para o outro, entre serras e penedios, apenas com intervalos para comer. Comer é apelido. Porque em Trás-os-Montes não se come, atesta-se. Ossos de Suã, mãozinha de vaca com grão, posta de vitela, feijoada à transmontana, cozido à portuguesa, muito cabrito, as omnipresentes alheiras, enchidos variados, um ligeiro folar de carne e bacalhau para disfarçar. A eterna discussão sobre os melhores vinhos e castas adequadas enriqueceu as refeições, enquanto as garrafas circulavam com velocidade alarmante na ânsia da degustação. Os portugueses coleccionam recordações culinárias. Todos temos a nossa lista pessoal de restaurantes preferidos e todos sabemos imenso de vinhos, nem que seja só para bebê-los. No fim, e para rebater, a milagrosa Água das Pedras, essa água mágica que tudo dissolve e nos restabelece para um jantar à base de tripas e mais algum grão, entremeado com feijão e muito presunto. Que seria de nós sem essa água redentora? Pergunto: como fazem no estrangeiro para ter uma boa digestão? Provavelmente não comem.

15 comments:

João Menéres said...

Hoje só poderei comentar muito mais tarde, Jorge.

João Menéres said...

Também conheço o Forte de São Francisco. Achei-o um pouco "frio".Não tem nada a ver com o Palace.
Teria aconselhado, como alternativa, o Hotel Casino...

Também acho que as tripas ( de que gosto imenso ! ) não serão o prato mais indicado para o jantar ...

Apreciei,( já é um lugar comum ) o seu magnífico
texto !
Penso que o Jorge dava um esplêndido cronista gastronómico, já que come de tudo ( o que não é o meu caso ).

Li Ferreira Nhan said...

Chaves!!! Maravilha! Amo muito tudo aí!
De fato come-se muito bem e a água bicarbonatada é uma benção estômago!!!

daga said...

Pareces um sultão das arábias ;) só te falta o turbante...

João Menéres said...

Nunca vi um sultão de perna cruzada...

expressodalinha said...

É mais paxá... ou será sofá?

João Menéres said...

Sugiro, PAXÁ !

mauro m said...

Aqui, sem essas águas milagrosas, Sonrisal, Alka Seltzer .....

expressodalinha said...

Pois... mas não é a mesma coisa.

Eduardo P.L. said...

Na falta dessa Sant´água, eu não janto mais. Durmo muito melhor.

expressodalinha said...

Experimente também não almoçar :))

João Menéres said...

Eduardo

Já se esqueceu daquela PENACOVA ?

LOL

Eduardo P.L. said...

Jorge,

tenho tentado mas ainda não cheguei à perfeição.

João, ao contrário da água de que fala o Jorge, a sua, como o próprio nome diz.... srsrs

expressodalinha said...

Eduardo: águas há muitas...

João Menéres said...

EDUARDO

LOL